Oracle leva big data para a produção musical

Empresa convidou produtor musical para recriar sucesso do cantor Maluma usando poder dos dados

Dudu Borges, produtor musical de 34 anos responsável por grandes sucessos como Ai Se Eu Te Pego, de Michel Teló, nunca imaginou usar a tecnologia para ajudá-lo na criação de músicas. Até que ele foi convidado pela Oracle para recriar um grande sucesso do cantor colombiano Maluma usando uma solução de social, analytics e big data da fabricante.

“Antes, eu não sabia como usar a tecnologia. Agora, não sei como não usar”, brincou Borges em coletiva de imprensa em São Paulo na noite desta quinta-feira (4/5) para falar do projeto. Ele disse que, até então, não buscava recursos tecnológicos do tipo simplesmente por não conhecê-los. “Quando comecei a pilotar a tecnologia da Oracle vi que tudo o que estava lá de alguma forma eu já fazia em dez anos de carreira”, comentou.

Basicamente, a tecnologia permitiu que ele olhasse para mais de 1 mil bases na internet, como Facebook, Twitter, Instagram e YouTube, e buscasse palavras do momento para recriar uma música de Maluma com a participação da dupla Bruninho & Davi, de acordo com os interesses e comentários do público na web. Tudo começou há cinco dias, quando ele, os cantores e a Oracle convidaram fãs a comentar por meio de hashtags, ritmos, melodias e instrumentos preferidos.

Carmela Borst, vice-presidente de Marketing da Oracle para a América Latina, listou os números obtidos a partir das interações. Segundo ela, foram mais de 36 milhões de pessoas alcançadas na América Latina, sendo 5 milhões delas falando especificamente sobre Borges. Nos primeiros dias do projeto foram processadas mais de 3 milhões de mensagens.

“Identificamos, por exemplo, que bateria, violão e piano foram os instrumentos mais citados. Sobre os ritmos musicais preferidos, em primeiro lugar apareceu o pop”, comentou, ressaltando o forte engajamento dos fãs no projeto sem antes mesmo do lançamento da música, previsto para daqui 15 dias.

Borges contou que a ferramenta o ajudou não só a mapear palavras recorrentes nas postagens dos internautas, como também o sentimento deles. “A dupla Bruninho & Davi tem baixíssima taxa de rejeição”, exemplificou até explicando o fato de eles terem sido os escolhidos para dar voz à música.

É um novo jeito de fazer música, assegurou Borges, e para ele o fato de contar com uma tecnologia para apoiar o processo de produção não inibe sua criatividade. “Ao contrário, me ajuda muito”, assegurou.

Big data sem cientista de dados
Borges comentou que o uso da ferramenta da Oracle é simples e intuitivo e, por isso, rapidamente ele iniciou os trabalhos de avaliação na rede. Questionada pelo IT Forum 365 sobre se a ferramenta habilita que qualquer pessoa use o poder do big data sem precisar ser um cientista de dados, Carmela concordou com a afirmação. “Usamos e podemos ser cientistas de dados, saindo do campo da percepção. Podemos ser todos cientistas de dados”, finalizou.

Comentários
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem unicamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da IT Mídia ou quaisquer outros envolvidos nessa publicação.

Notícias Relacionadas

Copyright 2017 IT Mídia. Todos os direitos reservados.
É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da IT Mídia.