Polícia inglesa implementa sistema de análise de dados para melhorar segurança pública

Com Qlik Sense, autoridades contam com insights detalhados para prevenir crimes e melhorar a visualização de centro operacional de comando de dados

Segurança pública é sempre uma preocupação para qualquer cidade e autoridades buscam maneiras eficazes para garantir a segurança à população. Para isso, a tecnologia surge como aliada e, com esse pensamento, a Avon and Somerset Constabulary, polícia inglesa responsável por condados ao sudoeste do País, implementou a plataforma Qlik Sense para melhorar a visualização de seu centro operacional de comando de dados e obter novos insights sobre a disponibilidade, objetivos, e localização dos policias em comparação à demanda pública.

O foco é permitir que a delegacia tenha uma visão mais completa sobre todos os casos, o que, além de auxiliar no combate e prevenção ao crime, ajuda a reduzir as chances de danos aos cidadãos.

Uma das maiores forças policiais do Reino Unido, a Avon and Somerset Constabulary tem, aproximadamente, 6 mil funcionários, incluindo 2,8 mil policiais. O mandato da polícia cobre desde espaços urbanos, como a cidade de Bristol, até áreas rurais, como o Somerset Moors.

A equipe implementou o Qlik Sense para visualizar dados, inicialmente, por meio de 12 aplicações que são utilizadas por toda a força tarefa – desde a equipe do centro de comando até delegados e comandantes. A plataforma contém informações sobre a disponibilidade dos policiais, gerenciamento de suspeitos, além de metas e objetivos. As visões são distribuídas em telas pelo centro de comando, fornecendo aos funcionários dados precisos e detalhados sobre os trabalhos dos quais participam. Estas informações são usadas, inclusive, para os briefings da polícia.

Sean Price, líder de performance da Avon and Somerset Constabulary, diz que a plataforma ajuda a democratizar a percepção desde o conselho até os policiais da linha de frente. “O Qlik Sense é constantemente utilizado na sala de controle, pelas equipes de gerenciamento e pelos policiais. Conseguimos fazer tanto em tão pouco tempo, e ainda assim sentimos que só arranhamos a superfície do potencial do Qlik Sense”, conta.

Com os dados de fácil visualização, é mais simples para a polícia combater infrações. O uso vai desde o mapeamento da localização de policiais para enviar as viaturas mais próximas ao local da demanda até o uso de dados prévios para realocar agentes em regiões onde os crimes são mais comuns. As aplicações são atualizadas a cada vinte minutos, o que permite ao sargento delegar tarefas e checar se elas foram atendidas dentro de seu próprio turno.

Entre as aplicações do Qlik Sense usadas regularmente estão os relatórios de gerenciamento de crimes, com visualização das cargas de trabalho, recursos e performance policial; o gerenciamento de locação, que mostra quantas vezes um policial atendeu a uma ocorrência ou a um local; e o gerenciamento de infratores, que usa um modelo preditivo e de caracterização do suspeito para evitar casos antes mesmo de eles acontecerem. Além disso, o Qlik Sense já se mostrou essencial na missão de identificar e lidar com os 30 principais criminosos de risco da delegacia.

Comentários

Notícias Relacionadas

Copyright 2017 IT Mídia. Todos os direitos reservados.
É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da IT Mídia.