Procura-se: Chief Analytics Officer

Novo tipo de liderança para conduzir a transformação na era da competição analítica

Para melhor utilizar os dados para ganhos estratégicos, as empresas enfrentam a necessidade de provocar uma mudança cultural destinada a promover a colaboração entre diversas áreas em conjunto com às habilidades de dados e analytics. Ao liderar iniciativas de inovação e, em última instância, crescimento, os executivos globais concordam com uma coisa: analytics deve ser tratado como uma estratégia de toda a empresa, e não como um esforço isolado que varia de departamento para departamento.

Esse tipo de mudança requer um novo tipo de liderança. Aparentemente, a solução simples seria apenas contratar uma pessoa altamente técnica ou um evangelista de dados para pregar o potencial do Big Data. Mas nem sempre esse é o caso. É preciso ir além da tecnologia. Para muitos profissionais de Dados e Analytics, a forma como se posicionam irá moldar o sucesso futuro dos seus negócios – e definir a sua carreira.

Enquanto a competência técnica é um ponto de partida, o indivíduo certo para assumir este desafio deve ter alguns atributos que as organizações buscam atualmente. É mandatório que esse novo líder seja capaz de navegar com segurança e ter repertório em 3 principais tópicos e práticas:

1)Digital Business Transformation

Dados e Analytics são o coração de uma transformação digital, mas quando as empresas decidem acelerar suas iniciativas digitais, a jornada é complexa e deve ser vista como um esporte de equipe, caso contrário, elas não vão incorporar o Big Data em suas estratégias de negócios. Uma transformação digital não está completa a menos que uma empresa adote Big Data.

2)Customer Experience

Na Era do Big Data, a oportunidade de engajar digitalmente com os clientes nunca foi maior – mas também existe a ameaça de não atender suas expectativas e perder espaço para os concorrentes. Dados e Analytics abre grandes oportunidades para o negócio repensar o valor e a experiência que é entregue aos clientes.

3)Alinhamento TI x Negócio 

Os profissionais de dados estão confortáveis com a agenda de TI: usando tecnologia, sistemas e processos para suportar e transformar operações internas. Para ter sucesso, esses profissionais devem se associar com colegas de negócios para criar e executar modelos de organização entre equipes de negócios e TI.

 

Paulo Santanaatua como consultor e professor de pós-graduação da FIAP.

Comentários
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem unicamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da IT Mídia ou quaisquer outros envolvidos nessa publicação.

Notícias Relacionadas

Copyright 2017 IT Mídia. Todos os direitos reservados.
É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da IT Mídia.