Amazon amplia time de pesquisa e desenvolvimento de drones

Empresa, inclusive, está recrutando profissionais em diversas áreas relacionadas à unidade

A Amazon está expandindo suas instalações de pesquisa e desenvolvimento (P&D) em Cambridge, no Reino Unido, com um plano para se mudar para um novo local de 60 mil metros quadrados na cidade, com capacidade para mais de 400 funcionários.

A Universidade de Cambridge, uma das principais instituições acadêmicas do Reino Unido, tem um foco forte na ciência – explicando porque uma série de empresas de tecnologia (e não apenas a Amazon) optaram pelo site para sua prática de pesquisa e desenvolvimento.

Segundo a Amazon, a equipe do site incluirá cientistas de aprendizado de máquinas, engenheiros de conhecimento, cientistas de dados, modeladores matemáticos, cientistas de fala e engenheiros de software, com equipes definidas para trabalhar em programas da empresa, incluindo entregas por meio de drones, o Prime Air; o Amazon devices; e a Alexa, sua assistente de voz.

A unidade da empresa para desenvolvimento em Castle Hill será usada principalmente para a investigação e o desenvolvimento de drones, uma vez que a nova instalação abrirá até o final do ano. O novo edifício está localizado na zona empresarial adjacente à estação ferroviária de Cambridge, a menos de uma hora de Londres.

A empresa, inclusive, está recrutando talentos para o novo centro e a ideia é que até o final do ano, a companhia tenha mais 1,5 mil funcionários relacionados à inovação no Reino Unido, atuando em áreas desde aprendizado de máquinas e drones até streaming de vídeo e computação em nuvem, por meio da plataforma Amazon Web Services. O número total de novos empregos permanentes no Reino Unido será de 5 mil pessoas.

Comentários

Notícias Relacionadas

Copyright 2017 IT Mídia. Todos os direitos reservados.
É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da IT Mídia.