Até 2021, 70% dos varejistas investirão em tecnologias de IoT

Aprimorar a experiência do cliente é o principal foco para uso das tecnologias, segundo estudo da Zebra

Cerca de 70% dos executivos responsáveis por tomadas de decisão no varejo estão prontos para adotar a internet das coisas (IoT), enquanto 65% planejam investir em tecnologias de automação para garantir a gestão de estoques e a conformidade até 2021. Os números são de um estudo divulgado pela Zebra Technologies, que projeta que, nos próximos cinco anos, tecnologias inteligentes vão fornecer aos consumidores novos níveis de personalização, rapidez e conveniência

A pesquisa ouviu 1,7 mil executivos do setor de varejo na América do Norte, América Latina, Ásia-Pacífico, Europa e Oriente Médio – incluindo de lojas especializadas e de departamento, de vestuário, eletrônicos e reformas, supermercados e redes de drogarias.

Uma das conclusões é que o crescimento contínuo das compras on-line desafiará os varejistas a oferecer níveis inéditos de conveniência para ajudar na fidelização dos clientes. Até 2021, 65% planejam explorar serviços inovadores de entrega, tais como as feitas em locais de trabalho, casas e até mesmo em carros estacionados.

Ainda, cerca de 80% dos varejistas serão capazes de personalizar a visita dos clientes às suas lojas – por exemplo, a maioria deles saberá quando um determinado cliente estará dentro da loja. Isso será viabilizado por meio de tecnologias como as de microlocalização, permitindo capturar mais dados com precisão e ter mais conhecimento sobre os clientes.

O estudo aponta também que varejistas estão buscando criar uma experiência de compra livre de problemas, com 78% deles reportando que é importante ou essencial para os negócios integrar comércio eletrônico e experiências nas lojas.

Já 73% dos entrevistados classificam a gestão de big data como importante ou essencial para suas operações. Pelo menos 75% deles preveem que vão investir em recursos preditivos e de análise até 2021 para prevenir prejuízos, otimizar preços e também desenvolver capacidade de análise de câmeras e vídeo para fins operacionais e para melhorar a experiência geral dos clientes.

Confira o estudo completo.

Comentários

Notícias Relacionadas

Copyright 2017 IT Mídia. Todos os direitos reservados.
É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da IT Mídia.