CIOs devem liderar agenda de transformação digital

CIOs devem liderar agenda de transformação digital, mostra pesquisa

Levantamento da BT indica que líderes de tecnologia estão abraçando estratégia para reinventar processos

Prepara-se, CIO. Se você ainda não iniciou a jornada da transformação digital, ela está muito próxima de acontecer em sua empresa. E estudo realizado pela BT mostra que líderes de TI é que estarão à frente desse processo.

Segundo a pesquisa, que entrevistou 1.030 executivos de TI em 11 países, CIOs de todo o mundo estão abraçando a transformação digital para reinventar processos e sistemas de suas organizações. 

O impacto digital é tamanho que o nível de importância do CIO na diretoria continua a aumentar: 72% dos entrevistados dizem que o diretor de TI ganhou mais espaço na diretoria nos últimos dois anos, e 43% dos CIOs dizem que agora passam mais tempo lidando com questões corporativas.

Outro aspecto dessa tendência está no fato de que, para o CIO, é um desafio encontrar tempo para desenvolver soluções criativas para o negócio. Para cerca de dois terços (61%) dos entrevistados os CIOs passam mais tempo mantendo os atuais sistemas de TI do que procurando novas soluções. Esse índice mostra uma queda em relação a 2014 – quando essa porcentagem era de 74%, – mas indica que, apesar dos objetivos de transformação digital, o CIO ainda tem que lidar com o legado.

O relatório também mostra que CIOs estão atentos às tendências mais disruptivas da tecnologia – nuvem, mobilidade e colaboração, e dados. Segundo o estudo, 20% das organizações globais já estão totalmente centradas na nuvem, e mais de 46% têm na nuvem mais da metade de suas aplicações e infraestrutura.

Com o CIO atuando como catalisador, 76% das grandes organizações em todo o mundo têm, ou planejam adotar, uma abordagem “multi-speed” para iniciativas lideradas pela tecnologia. Isso envolve mais criatividade, mais flexibilidade e um modelo operacional mais dinâmico. Segundo a pesquisa, 65% dos CIOs notam mudanças rápidas nos KPIs do seu próprio desempenho, com uma tendência clara de colocar a transformação digital no centro de suas atividades.

Em 72% das organizações analisadas pela pesquisa da BT, existem grupos contratando e colocando em funcionamento produtos e serviços de TI sem envolvimento da área de TI da empresa. 

A pesquisa sugere que a área de TI cresce de forma mais confortável colocando-se no papel de oferecer as condições necessárias à habilitação de sistemas, de modo geral, principalmente no que toca à segurança dos dados, a infraestrutura adequada e robusta, garantindo a não-duplicidade de esforços em toda a organização. Essas novas responsabilidades estão na base do novo papel do CIO digital, que opera de forma horizontal, atuando em toda a empresa como facilitador.

Comentários

Notícias Relacionadas

Copyright 2017 IT Mídia. Todos os direitos reservados.
É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da IT Mídia.