Concur, da SAP, passa a contar com estrutura no Brasil

Empresa quer ampliar atuação no País

A Concur, empresa comprada pela SAP em 2014, quer ampliar sua presença no Brasil e, para isso, passará a contar com time e estrutura locais. A operação nacional da companhia de soluções de controle de viagens, despesas e fatura ficará dentro da fabricante alemã de software, em São Paulo.

Segundo Cristina Palmaka, presidente da SAP Brasil, essa movimentação é mais um passo da SAP para reafirmar seu posicionamento em cloud. “Contaremos com estrutura, equipe e suporte locais para Concur”, contou em conversa com jornalistas. Ela lembrou que mesmo sem time dedicado para a ferramenta, a SAP já conta com mais de 160 clientes da solução no Brasil, como a Sanofi, e a ideia é, naturalmente, ampliar a marca.

O País já está entre os dez principais mercados da Concur em volume de transações e usuários e apresentou crescimento de 40% em volume de transações no quatro trimestre de 2016. Somente em dezembro do ano passado, o salto foi de 50%.

O apelo da ferramenta, de acordo Michael Eberhard, presidente global da Concur, faz todo o sentido no momento atual. “Somos uma tecnologia 100% na nuvem, que transforma a experiência de gestão de custos e prestação de contas de viagens corporativas. Para algumas empresas, o controle de gastos com viagens é o segundo mais importante item a ser controlado, depois da folha de pagamento”, comentou.

Eberhard indicou que a Concur está presente em 150 países, atendendo 3,5 mil clientes e 45 milhões de usuários e que a América Latina é região estratégica para o crescimento global da companhia. “Em nossa história, aprendemos que em tempos de pausa de crescimento ou retração econômica os negócios buscam eficiência e melhor gestão dos gastos. Agora é o melhor momento para controlar gastos”, justificou. O executivo afirmou também que um dos diferenciais da Concur é a integração com produtos de terceiros, como o Uber.

Para liderar a expansão da Concur em solo nacional estará à frente da operação Valéria Soska, que antes ocupava a posição de vice-presidente do programa de clientes estratégicos da SAP Brasil, sendo responsável por atender grandes contas. “Focaremos inicialmente em clientes SAP e depois vamos ampliar o leque”, revelou a executiva. Segundo ela, pequenas e médias empresas também farão parte da estratégia de crescimento da companhia.

Comentários
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem unicamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da IT Mídia ou quaisquer outros envolvidos nessa publicação.

Notícias Relacionadas

Copyright 2017 IT Mídia. Todos os direitos reservados.
É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da IT Mídia.