Apple quer ampliar sua fabricação nos EUA no Arizona

Apple quer ampliar sua fabricação nos EUA no Arizona

Pressionada pela gestão Trump, gigante busca reforçar sua operação em Mesa, no Arizona

A Apple apresentou uma proposta para expandir suas capacidades de fabricação em seu site em Mesa, Arizona (EUA), onde já produz alguns componentes para seus produtos de consumo. A notificação da atividade de produção proposta foi apresentada pela gigante em 27 de dezembro, e publicada no Federal Register ontem (09/01).

O aviso mostra que a Apple pretende expandir suas capacidades de produção em Mesa para produzir produtos acabados e utilizar materiais/componentes de status estrangeiro – incluindo uma lista de produtos de componentes eletrônicos principais, como conjuntos de placas de circuito impresso, baterias de polímero de lítio e monitores.

O primeiro produto que a Apple pretende fabricar no site seria um servidor de dados.  Na sede da empresa, em Cupertino, nos Estados Unidos, a companhia já monta o Mac Pro, mas a pressão por ampliar a produção no país aconteceu depois das eleições presidenciais, da qual foi eleito Donald Trump, ferrenho defensor da expansão das capacidades de fabricação on-shore.

Pouco depois das eleições, Trump teria sugerido em conversa com o CEO da Apple, Tim Cook, que incentivos fiscais poderiam ser usados para persuadir grandes corporações a montar fábricas nos Estados Unidos.

Hoje, a cadeia de suprimentos da Apple para dispositivos como iPhone, iPad e Mac fica, essencialmente, na Ásia. Portanto, qualquer mudança para repatriar a fabricação, mesmo pautada por incentivos fiscais, levaria, sem dúvida, à reformulação do sistema de cadeia de suprimento.

Sem contar que custo de fabricação dos produtos subiria, provavelmente aumentando o preço dos produtos no varejo.

Comentários

Notícias Relacionadas

Copyright 2017 IT Mídia. Todos os direitos reservados.
É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da IT Mídia.