Trabalhadores de TI aprovam participação em greve geral do dia 28 de abril

Em assembleia, profissionais aprovaram por unanimidade a participação do Sindpd nas mobilizações

Trabalhadores do setor de Tecnologia da Informação do Estado de São Paulo vão aderir à greve geral nacional, marcada para o dia 28 de abril. Em Assembleia Geral Extraordinária realizada na sede do Sindpd, na capital paulista, foi aprovada por unanimidade a participação no “28 de abril, vamos parar o Brasil”, Dia Nacional de Paralisação, que visa defender as conquistas e os direitos dos trabalhadores.

Conscientizar a categoria a respeito das propostas em trâmite no Congresso Nacional, além esclarecer sobre a realidade enfrentada pelo trabalhador brasileiro, foram alguns dos objetivos da reunião desta quarta-feira. Para que não haja retrocessos, a união dos trabalhadores é essencial e fortalece o movimento nacional, explicou o presidente do Sindpd, Antonio Neto. “Temos que repudiar com todas as forças tudo aquilo que suprime conquistas e fere os direitos dos trabalhadores. Para isso devemos nos organizar para fazer o enfrentamento”, afirmou.

O dirigente afirmou que o Sindicato irá se organizar a partir desta quinta-feira para conscientizar e mobilizar os trabalhadores de TI. “Dizer é fácil, nós temos que fazer, e fazer com responsabilidade. Tenho certeza que cada um de nós dará o seu máximo para que a gente possa efetivamente ajudar todo o movimento nacional para uma paralisação geral no dia 28”, disse Neto.

O Sindpd comunicará todas as empresas da base sobre o estabelecimento do rito de greve, abrindo negociação para definir as cotas que, em alguns casos, sejam necessárias para manter serviços essenciais.

Comentários

Notícias Relacionadas

Copyright 2017 IT Mídia. Todos os direitos reservados.
É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da IT Mídia.