Hackers criam promoção falsa de ovo de Páscoa da Kopenhagen para golpe on-line

Mais de 300 mil brasileiros já foram afetados via WhatsApp

Em menos de 24 horas, mais de 300 mil brasileiros já foram afetados por promoção falsa que promete ovo de Páscoa da Kopenhagen grátis. O golpe está sendo disseminado via aplicativos de mensagem, como o WhatsApp.

De acordo com a PSafe, empresa brasileira de cibersegurança, a falsa campanha funciona de modo similar ao golpe divulgado nesta semana, que promete um cupom no valor de R$500 nas lojas O Boticário: o usuário recebe, via mensagens de contatos conhecidos ou de algum grupo do WhatsApp, um convite para participar da promoção.

Ao clicar no link do falso voucher, a vítima é direcionada para uma página na qual deve responder a três perguntas relacionadas à marca, como, por exemplo, “você fez compras na Kopenhagen no ano passado?”. Após respondê-las, é incentivada a compartilhar o link do cupom com dez amigos ou grupos via WhatsApp para, a partir disso, ter acesso ao falso cupom que lhe dá direito a retirar um Ovo Língua de Gato nas lojas Kopenhagen.

Após o compartilhamento com amigos, o usuário é encaminhado para se cadastrar em sites maliciosos – que podem causar prejuízos financeiros – ou a baixar apps falsos, que podem infectar o smartphone e deixá-lo vulnerável a outros tipos de crimes virtuais. O ataque ainda conta com comentários falsos elogiando a promoção, com o intuito de validar o golpe como, por exemplo, “acabei de receber o meu”.

“Essa falsa campanha apresentou uma rápida curva de crescimento na quantidade de acessos nas últimas 24 horas, o que nos leva a crer que os cibercriminosos estão fazendo sua divulgação por meio de propagandas incentivadas em outras plataformas além do aplicativo de mensagens instantâneas”, comenta Emilio Simoni, gerente de segurança da PSafe.

Esclarecimento
Em nota enviada à imprensa, a Kopenhagen orienta aos usuários a deletar a mensagem e não clicar no link que supostamente os direcionaria a uma pesquisa. “Trata-se de um golpe que pode instalar um vírus em computadores e smartphones, deixando as informações dos usuários vulneráveis”, diz.

Comentários

Notícias Relacionadas

Copyright 2017 IT Mídia. Todos os direitos reservados.
É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da IT Mídia.