Receita de servidores cai 2,7% em 2016. Entenda

No quarto trimestre, recuo foi de 1,9%, de acordo com Gartner

A receita mundial de servidores caiu 1,9% no quarto trimestre de 2016, enquanto as remessas diminuíram 0,6% com relação ao mesmo período de 2015. Durante todo o ano passado, o número de servidores comercializados mundialmente cresceu 0,1%, mas a receita caiu 2,7%, de acordo com dados do Gartner.

Na avaliação de Jeffrey Hewitt, vice-presidente de Pesquisas do Gartner, alguns fatores geraram esses resultados. Um deles, disse, foi o número de Data Centers de grande escala (como os do Facebook e do Google) que aumentou, demandando, ao mesmo tempo, uma mudança significativa de servidores. “As empresas tiveram um índice menor de crescimento, mas continuaram utilizando aplicações em servidores por meio da virtualização e, em alguns casos, em provedores de serviços em nuvem”, detalhou.

A Ásia/Pacífico foi a única região a apresentar crescimento positivo tanto em receita como em remessas no quarto trimestre de 2016. Todas as outras localidades registraram queda, sendo que a América Latina teve a maior diminuição no número de remessas de servidores (12,2%), enquanto o Oriente Médio e a África caíram 14,7% em termos de receita.

No quarto trimestre de 2016, a Hewlett Packard Enterprise (HPE) liderou o mercado mundial de servidores em receita. A companhia fechou o ano com um total de US$ 3,4 bilhões em receita no quarto trimestre de 2016 e 22,9% de participação global. Entretanto, esse rendimento caiu 11% comparado ao mesmo período em 2015. Somente Dell e Huawei apresentaram crescimento no trimestre, de 1,8% e 88,4%, respectivamente.

“Os servidores x86 continuam a ser a plataforma preferida para os Data Centers de larga escala em todo o mundo. O crescimento dos sistemas integrados, que incluem os hiperconvergentes, embora ainda seja relativamente pequeno como porcentagem geral do mercado de infraestrutura de hardware, também impulsionou o segmento de servidores x86 durante o ano. A previsão para 2017 sugere um crescimento modesto devido principalmente aos provedores de serviços. As empresas apresentarão um pequeno declínio na compra de unidades e um leve aumento na receita”, completa Hewitt.

Comentários

Notícias Relacionadas

Copyright 2017 IT Mídia. Todos os direitos reservados.
É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da IT Mídia.