Home > Notícias

1,6 milhão de cartões de crédito e débito foram vazados em 2019

Estudo da Axur mostra que, desse total, 26,7% da base são de cartões brasileiros

Wellington Arruda

07/02/2020 às 16h55

Foto: Adobe Stock

Na quinta-feira (6), a Axur, empresa de monitoramento e reação a riscos digitais, divulgou o estudo Atividade Criminosa On-line no Brasil. O relatório engloba os principais dados referentes a phishing, malwares, infrações de uso de marca e vazamento de dados em 2019.

No período de 1º de outubro a 31 de dezembro de 2019, foram identificados 8.782 casos de phishing, ou 35,25% do total registrado no ano todo (24.161 casos). No primeiro semestre, 8.517 casos foram identificados.

Nos últimos três meses do ano, o volume de phishing no Brasil também foi crescendo: 2.751 casos em outubro; 2.908 casos em novembro; e 3.123 casos em dezembro. O mês de atividade mais baixa foi fevereiro (942 casos). Considerando um período de dez meses (a partir de fevereiro), casos de phishing tiveram aumento de 231,5% no país.

O período da Black Friday foi um dos mais movimentados, considerando golpes de phishing. No período comemorativo, cibercriminosos colocam campanhas no ar com promoções "imperdíveis"; que são golpes, no caso.

Em novembro, 1.685 casos únicos de páginas falsas de e-commerce foram identificados. Vale notar que os casos citados são referentes aos identificados pelas ferramentas da Axur.

Além da Black Friday, o segundo maior pico semanal de golpes de phishing aconteceu no Dia dos Namorados, em maio.

Malware e cartões vazados

Como visto no gráfico acima, os dados da Axur consideram que o mês de novembro foi o mais movimentado na disseminação de malware no Brasil.

No ano todo, 670 arquivos diferentes de malware foram encontrados pela Axur; 175 deles no quarto trimestre de 2019. No mês de novembro, 81 arquivos foram identificados.

Leia também: 4 dicas para descobrir se senhas foram hackeadas ou vazadas

O principal alvo de ataques de malware foram instituições financeiras. No último trimestre, 38 instituições brasileiras foram afetadas por um mesmo malware.

O cenário também não é positivo considerando a quantidade de cartões de crédito expostos na web superficial, deep e dark web. Na base da Axur, 1,6 milhão de cartões expostos foram detectados no último ano.

Somente no quarto e último trimestre de 2019, 914.137 cartões de crédito e débito foram identificados. O número representa um aumento global de 69%; no terceiro trimestre, 540.656 cartões foram encontrados.

O Brasil teve 26,7% da base de cartões encontrada exposta, ou 345.674 cartões. Os Estados Unidos vêm em primeiro lugar, com 50,9% do total, ou 505.982 cartões.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail