Home > Colunas

5 maneiras como a nuvem é definida para transformar a impressão comercial

A infraestrutura de nuvem tem tido um crescimento rápido nos últimos anos.

*Patricia Campos

15/09/2019 às 14h38

Foto: Shutterstock

A infraestrutura de nuvem tem visto um crescimento rápido nos últimos anos, com as organizações de TI continuando a adotar uma abordagem em nuvem para a transformação digital. De fato, no último trimestre de 2018, os fornecedores de infraestrutura em nuvem em cada região do mundo tiveram um crescimento de dois dígitos (uma média de 28%), de acordo com a empresa de análise IDC. Espera-se que esse impulso continue em 2019 e além, com pesquisas sugerindo que essa infraestrutura crescerá anualmente a uma taxa de 10,9% em cinco anos, atingindo U$ 99,9 bilhões até 2023.

Um serviço essencial que os departamentos de TI fornecem às organizações é a impressão. E a nuvem está transformando a impressão, permitindo que os departamentos de TI a incluam em suas estratégias digitais. Ao hospedar a impressão em nuvem, as empresas podem reduzir a infraestrutura, os encargos e os custos de TI e, ao mesmo tempo, garantir um nível mais alto de experiência do cliente.

Apresentamos cinco maneiras principais da nuvem estar transformando a impressão comercial:

1. Modelos de Compra e Aquisição Aprimorados: à medida que mais e mais empresas fazem a transição de seus dados e aplicativos para a nuvem, a aquisição de produtos e tecnologias de TI por meio de modelos baseados em assinatura, como serviço, está se tornando mais popular. A Deloitte Global estima que as empresas gastarão metade de seus orçamentos de TI em serviços de assinatura até 2022.
Em vez de comprar e manter dispositivos de impressão e servidores no local, os ambientes de impressão agora podem ser gerenciados inteiramente na nuvem e oferecidos por meio de um modelo de assinatura. Nesse modelo, os assinantes pagam pela capacidade de impressão em vez de possuir os dispositivos e outras infraestruturas físicas, reduzindo o gasto de capital e possibilitando que as organizações dimensionem sua capacidade de impressão conforme necessário. Essa abordagem também elimina a carga de seleção e aquisição de ativos.

2. Gerenciamento Simplificado de TI: dizer que as equipes de TI estão sobrecarregadas no mundo cada vez mais digital de hoje é um enorme eufemismo. Ao mudar para um serviço de impressão em nuvem, o tempo de atividade é gerenciado por um único provedor; a infraestrutura física necessária para suportar o ambiente de impressão é eliminada; e, em vez de enviar documentos por meio de um servidor de impressão para um dispositivo de impressão designado, os documentos são transferidos para a nuvem onde são mantidos até que um usuário se autentique na impressora, aumentando a segurança da impressão.
A aquisição da infraestrutura de impressão por meio de um modelo como serviço ajuda a reduzir a responsabilidade e a pressão sobre as equipes de TI que, de acordo com a Spiceworks, passam a maior parte do tempo implantando ou mantendo hardware e rede. Ao liberar o tempo gasto em tarefas de manutenção, os profissionais de TI podem se concentrar em prioridades de transformação digital mais vitais, como abordar um cenário de ameaças cada vez mais complexo ou pesquisar novos produtos e inovações.

3. Melhor segurança: ao remover os servidores de impressão, o número de pontos de acesso físicos de TI é reduzido e a tecnologia de autenticação de impressão controla o acesso, diminuindo o risco de informações confidenciais chegarem às mãos erradas. As melhores soluções de infraestrutura de impressão como serviço geralmente vêm com tecnologia de autenticação avançada como padrão. As soluções de autenticação mais recentes garantem que os usuários acessem somente dispositivos de impressão por meio de um nome de usuário e senha ou um cartão inteligente, impedindo que a pessoa errada pegue o documento errado e proteja as pastas e aplicativos da rede contra uso não autorizado.
As organizações que implementam soluções de impressão na nuvem também se beneficiarão de uma nova linha de dispositivos de fornecedor único, unificando e simplificando o gerenciamento e a segurança. Os dados da pesquisa da Quocirca mostram que 44% das organizações com um ambiente misto, mas gerenciado, relataram mais de um incidente de perda de dados relacionados à impressão.

4. Tempo de Atividade Maximizado e Experiência Aprimorada do Usuário: o serviço preditivo com alimentação artificial e o reabastecimento automatizado de suprimentos garantem a maximização do tempo de atividade do dispositivo. As falhas podem ser detectadas e corrigidas antes que ocorram problemas, e os suprimentos substituídos como e quando necessário, o que significa que os usuários recebem uma experiência consistentemente de alta qualidade ao interagir com dispositivos de impressão em toda a organização.
A natureza da infraestrutura de impressão gerenciada em nuvem também fornece recursos acessíveis para usuários que se movimentam entre locais físicos em uma única organização e suporte para impressão móvel.A análise preditiva também pode melhorar a experiência do usuário, ajudando a garantir que os dispositivos sejam implantados de acordo com as melhores práticas, em locais otimizados em um local de trabalho.

5. Visibilidade Global no Desempenho e Uso: dados em tempo real sobre detalhes do usuário, dispositivo, frota e SLA (Service Level Agreement - Acordo de nível de serviço) fornecem ao gerenciamento de TI uma visibilidade global completa da infraestrutura de impressão em toda a organização. Isso permite que os departamentos de TI identifiquem oportunidades de ganhos de produtividade, aprofundem-se em detalhes micro sobre o uso e a economia nos custos de origem. O resultado a longo prazo é o aumento da produtividade individual do usuário e a eficiência operacional aprimorada nas infraestruturas de impressão.

Os departamentos de TI em todo o mundo estão procurando maneiras de reduzir a carga de gerenciamento de elementos da área, tanto do ponto de vista de custo quanto operacional. A empresa global líder em pesquisa e consultoria, Gartner, identifica o movimento de despesas com ativos de capital para despesas operacionais como um driver comercial chave para produtos habilitados para IoT como soluções em serviços. A Gartner também sugeriu que a tendência tem um grande potencial para transformar a forma como os produtos e serviços são consumidos, particularmente aqueles que oferecem um “modelo de negócio de produto como serviço com base em resultados confiáveis e SLAs previsíveis por um custo razoável."

Em suma, a infraestrutura de impressão em nuvem como serviço é uma solução confiável, segura e que economiza recursos e atende aos objetivos de alto nível das organizações de TI em todo o mundo.

*Por Patricia Campos, Enterprise Sales & Services Director da Lexmark Brasil

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail