Home > Colunas

Analytics e Big Data são poderosas armas contra a corrupção

A corrupção pública custa todos os anos, muitos milhões aos governos, ao redor do mundo. Um novo recurso desponta como combate: uso de big data.

*Ana Paula Thesing

12/10/2019 às 20h51

Foto: Shutterstock

A corrupção pública custa todos os anos, muitos milhões aos governos, ao redor do mundo. Trata-se de um movimento que provou ser muito difícil de resolver e combatê-la, continua sendo um desafio para o setor público e para a sociedade. No entanto, um novo recurso, desponta para o combate efetivo, que é o uso de analytics e soluções de machine learning, aproveitado todo o potencial do big data.

Os registros e licitações públicas são, em sua maioria, longos e complexos documentos, de dezenas de páginas, clausulas e parágrafos de linguagem rebuscada, o que dificulta o entendimento para leigos. Desta forma, para avalia-los seria necessário ter a pericia de profissionais especialistas com capacidades específicas e conhecimento técnico para apontar padrões que indicam o manuseio incorreto de fundos, ou informações, que representam sinais de corrupção.

Porém, para a análise de dados, trata-se de uma tarefa simples e que pode ser executada em instantes, além de estar em funcionamento todo o tempo. Isso porque as soluções tecnológicas têm o poder de vasculhar rapidamente cada uma das informações para encontrar detalhes que podem passar aos olhos humanos. A análise de big data pode avaliar várias fontes de informações diferentes para descobrir tendências que de outra forma, não seria identificadas.

A Controladoria-Geral da União (CGU) constatou indícios de irregularidades em 15 editais de licitação e pregões eletrônicos federais ao utilizar data analytics na gestão. A iniciativa economizou um prejuízo que seria de R$ 812 milhões em licitações. A solução implementada no Governo realiza a mineração de textos para identificar irregularidades em editais de licitação e de pregões eletrônicos, que estão publicados no portal eletrônico de compras do Governo Federal, ComprasNet. As ferramentas tecnológicas identificam eletronicamente todas as inconsistências nos arquivos dos editais, sejam elas falhas legais que comprometem os objetivos da licitação, ou ainda, o processo como um todo, com danos para os cofres públicos e para a população.

Neste caso, a instituição já tem os dados no portal, porém, a maioria das instituições públicas não possui ainda, uma estrutura para compartilhar dados e por isso, é muito difícil encontrar informações conectadas aos orçamentos para projetos de desenvolvimento ou decisões políticas, de maneira transparente, o que favorece a corrupção.

Por meio da implementação de soluções tecnológicas de analise de dados é possível realizar a captura e interpretação ágil de todas as informações, uma barreira eficaz contra fraudes. Com os dados compreendidos de maneira mais rápida, é possível realizar questões mais complexas sobre como os recursos foram gastos, por exemplo, facilitando a localização de incidentes de corrupção.

As ferramentas de anaytics exigem um parceiro expert, responsável pela ciência dos dados e desta forma, por identificar padrões, brechas e com isso aproveitar todo o poder das soluções como arma no combate à corrupção.
As soluções de analytics tem o poder de avaliar um volume inimaginável de dados e informações, chegando à casa dos terabytes, isso permite que sejam identificados casos que não cumprem a legislação e normas, uma aliada valiosa nas investigações de casos de corrupção.

A democracia exige gestão transparente com base em dados e evidências sobre as normas e legislações que o poder público deve seguir para atender a população. Desta forma, o ambiente democrático não é compatível com a corrupção e com a ineficiência, que sistemas analógicos proporcionam para a gestão. O combate à corrupção oferece à população segurança jurídica de que o gestor público destinará para uma finalidade justa e necessária aos impostos arrecadados de todos os cidadãos.

*Por Ana Paula Thesing, CMO da BIMachine

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail