Home > Notícias

Áreas de Commercial e Enterprise da Dell EMC têm 1º tri positivo

Déborah Oliveira

09/05/2017 às 9h04

Foto:

Em fevereiro de 2017, depois de completada a fusão com a EMC, a Dell EMC passou a trabalhar com base em três principais unidades de negócios: Enterprise, Commercial e Consumer. Três meses depois da nova forma de ir ao mercado, Luis Gonçalves, presidente para Commercial da Dell EMC no Brasil, indica que o primeiro trimestre foi positivo.

“Ainda não temos os dados fechados do período. Contudo, informações preliminares mostram que foi um ano espetacular”,  comemorou Gonçalves. Segundo ele, Consumer também registrou bons números.

Em Enterprise, assegurou Giampaolo Michelucci, presidente para Enterprise da Dell EMC no Brasil, unidade liderada por ele há três meses, atingiu seu objetivo. “Algumas verticais tiveram ótimo desempenho, como finanças e telecom. Já governo não foi tão bem”, explicou.

Michelucci contou que o time de vendas está agora aprendendo a trabalhar com todo o portfólio da empresa que, segundo ele, é bastante completo, o que deverá acentuar os resultados nos próximos meses. “Na semana que vem vamos sentar com o time de vendas e discutir o que fazer para crescer mais ainda.”

O executivo afirmou que tem incentivado o time a fechar “big deals”, de três dígitos. Ele reconhece, no entanto, que não é sempre que se tem esses projetos, mas é essa a busca da equipe.

Renovação
Na visão de Gonçalves, o resultado veio muito em função dos investimentos represados das empresas nos últimos, que voltam agora. Concorda com ele, Michelucci. “Havia muita obsolescência tecnológica, além disso, as empresas estão acreditando que há uma luz no fim do túnel da economia e plantando agora para colher no futuro”, avaliou Gonçalves.

De acordo com o executivo, todas as linhas de produtos apresentaram salto e todas as metas de receita e venda de unidades foram batidas nos três primeiros meses do ano fiscal da companhia.

Questionado sobre o negócio de PCs, Gonçalves foi enfático ao dizer que a fabricante terminou em primeiro lugar em 2016 no ranking de receita e remessas. O Brasil, segundo ele, foi muito bem, porque encerrou o ano passado com liderança e manteve a dianteira, inclusive, ampliando seu market share. Embora os dados consolidados do mercado referentes ao primeiro trimestre ainda não estejam fechados, o executivo mostrou-se confiante e afirmou que a empresa deve se manter à frente.

*A jornalista viajou a Las Vegas (EUA) a convite da Dell Technologies

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail