Oi! Escolha uma opção para entrar

Nunca postaremos nas suas redes sociais

Se preferir, entre com seu e-mail

Esqueceu sua senha?
Não tem conta? cadastre-se grátis

Preencha o formulário abaixo para finalizar seu cadastro:


Capacidade de transformação é segredo do sucesso

Por

em Dicas Corporativas

2 semanas atrás

Grandes players dos segmentos de entretenimento e mobilidade reuniram-se em painel do HSM Expo 2018 para falar sobre o futuro das soluções que se tornaram indispensáveis no cotidiano

Renato Freitas, cofundador da Yellow e 99, Ivan Martinho vice-presidente de parcerias comerciais da FOX no Brasil, e André Loureiro Pereira foram os protagonistas do painel “Os Indispensáveis- O Futuro das Soluções que não conseguimos viver sem” no HSM Expo 2018.

Primeiro, cada executivo falou sobre como sua empresa tem se adaptado às novas demandas dos consumidores. Fatores externos como as demandas dos consumidores e a tecnologia mudam constantemente, trazendo novos desafios para manter-se no radar do usuário.

No caso do Waze, Loureiro afirmou que o aplicativo nasceu com o propósito de curar uma dor existente no trafego das cidades, mas agora o objetivo é outro: reduzir o número de carros circulando por meio de iniciativas colaborativas. O executivo destacou que o Waze agora é uma ferramenta indispensável e que esse status requer um esforço diário.

Já Freitas tem uma visão mais futurista sobre o tema. Para ele, é necessário dar um passo para frente e entender qual pode ser a próxima ideia. Com essa premissa na cabeça do empreendedor, nasceu a 99, e logo depois a Yellow. Na visão dele, para tornar-se indispensável é chave criar uma ótima experiência para o usuário e ser conveniente diante das mudanças constantes, tanto da TI como das necessidades do consumidor.

Para Martinho, o que torna uma plataforma de entretenimento indispensável é a qualidade de conteúdo oferecido e a velocidade para chegar ao usuário. Mesmo com desafios em temas de conectividade, o executivo sabe quando dar o próximo passo nessa transição da televisão tradicional ao mundo digital, usando estrategicamente os dados para acertar na oferta personalizada de produtos é o fator diferencial entre manter-se vigente no mercado ou falhar.

O propósito não se destrói, se transforma

Para os três executivos, mesmo ocupando posições de liderança diferentes, a chave para as organizações serem parte do futuro e seguir ocupando essa categoria de indispensáveis é o amadurecimento do propósito. Não é segredo que toda empresa nasce com um propósito, mas com o seu crescimento e a volatilidade do mercado, ele deve mudar, visando adaptar-se tanto aos requerimentos do seu público-alvo e do mercado.

Se o propósito da empresa consegue amadurecer e evoluir rapidamente, ele trará novidades e se posicionará como um agente de transformação, caso contrário ficará fora do jogo e acabará extinguindo-se. Para Loureiro, o próximo passo foi o Waze Carpool, para Freitas, a Yellow e para Martinho é a entrega de diferencial.


Receba grátis as principais notícias do setor de TI

Newsletter por e-mail