Home > Notícias

Brasil, Dinamarca e Emirados Árabes se unem para fechar lacunas tecnológicas

Nações se juntam aos governos do Bahrein, Índia, Japão, Ruanda e Reino Unido, além de 61 empresas para fomentar iniciativas voltadas à 4ª revolução industrial

Redação

08/06/2018 às 8h02

Foto:

Para fechar a lacuna entre tecnologias emergentes e desenvolvimento de políticas, os governos do Brasil, da Dinamarca e dos Emirados Árabes Unidos (EAU) se uniram ao World Economic Forum Centre para a Quarta Revolução Industrial. Os anúncios foram feitos na Reunião de Estratégia da Indústria do Fórum Econômico Mundial de 2018.

Cada governo fará parceria com empresas, startups, sociedade civil, academia e organizações internacionais para coprojetar e pilotar novas abordagens de políticas públicas. A iniciativa ajudará a moldar a trajetória da tecnologia emergente e será testada por governos e empresas em todo o mundo.

O Brasil e a Dinamarca se unirão ao projeto de internet das coisas (IoT) e dispositivos conectados. Assim, o Brasil acelerará seus esforços para construir um ecossistema de IoT competitivo e globalmente reconhecido com foco no agronegócio, saúde, desenvolvimento urbano e indústria.

A Dinamarca usará IoT para reduzir as emissões de gases de efeito estufa e desenvolver modelos para acelerar o uso responsável da IoT e dados de satélite relacionados. Ambos os governos enviarão um bolsista ao World Economic Forum Centre para facilitar o intercâmbio de conhecimento e colaboração entre os governos e o projeto.

Os Emirados Árabes Unidos farão parceria com o Centro para desenvolver uma política e uma estratégia de dados nacionais "flexíveis para o futuro". Essa abordagem é projetada para complementar a natureza veloz das tecnologias da Quarta Revolução Industrial, como inteligência artificial e blockchain. Os Emirados Árabes são a primeira nação a adotar essa abordagem.

Sessenta e uma empresas e startups se juntaram ao World Economic Forum Centre no ano passado como sócios ou membros para fomentar o tema revolução 4.0.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail