Home > Notícias

Brasil e México são grandes usuários de cloud

Déborah Oliveira

31/07/2015 às 18h19

Brasil e México são grandes usuários de cloud
Foto:

Estudo global da GfK revela que o armazenamento de conteúdos em nuvem é considerado essencial para quase um terço (31%) da população mundial on-line. Para chegar a essa conclusão, a pesquisa envolveu 26 mil entrevistas em 22 países mostrou que os países latino-americanos registram o maior número de adeptos da computação em nuvem. 

Os destaques são Brasil e México, países nos quais os entrevistados mais fortemente concordaram, numa escala de um a sete, com a afirmação “é essencial acessar ou armazenar minhas fotos, documentos, músicas e outros conteúdos na nuvem”.

De acordo com o estudo, quase metade dos mexicanos on-line (49%) declarou concordar com a afirmação apresentada, fazendo do seu país o “líder mundial da nuvem”.  A seguir, vem o Brasil (44%), a Turquia (43%), a China (40 %) e a Rússia (37 %). A Argentina, de acordo com a pesquisa, também apresenta alta adesão à nuvem, com mais de um terço (36%) dos entrevistados concordando que a nuvem é essencial.

Na outra extremidade da escala, os entrevistados da Alemanha (50%), do Canadá (39%), da Austrália (37%) e da Suécia (34%) são os que, em maior número, discordam que o armazenamento em nuvem seja algo essencial.

A pesquisa revela que a maior parte dos adeptos da computação em nuvem tem entre 30 e 39 anos. Entre 20 a 29 anos o nível de adesão também é bastante significativo, com 35% de concordância. O mesmo não se verifica com os entrevistados com idades entre 50 e 59 anos, e acima dos 60 anos, onde os níveis de discordância foram elevados.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail