Home > Notícias

Brasil é o décimo país que mais envia spams no mundo

Déborah Oliveira

15/06/2015 às 15h00

Brasil é o décimo país que mais envia spams no mundo
Foto:

Relatório da Kaspersky Lab mostra que o Brasil ocupa o décimo lugar entre os países que mais enviam spam. A lista é atualmente liderada pelos Estados Unidos, seguido por Rússia e Ucrânia. Na América Latina, a Argentina está à frente e o México na 16ª posição.

Segundo os dados da Kaspersky Lab, a quantidade de spam detectada no tráfego de e-mail foi de 59,2%, seis pontos percentuais a menos do que no trimestre anterior. Os e-mails indesejados diminuíram de forma gradativa de janeiro (61,68%) até março (56,14%).

Em janeiro de 2014, teve início o programa de registro de domínios primários, voltado para comunidades e tipos de organização específicos (.science ou .work), cujo principal diferencial é a opção de escolher o domínio de acordo com o tipo de atividade ou assunto do site. E essas novas extensões de domínio já começaram a enviar spam publicitário, mensagens maliciosas e e-mails de phishing em massa.

Em geral, os e-mails enviados pelos domínios .work incluíam diversas ofertas de trabalho, por exemplo, de serviços de manutenção para casas, construção ou instalação de equipamentos. Já as mensagens dos domínios .science continham anúncios de escolas que ofereciam educação a distância, centros de formação para enfermeiros, advogados criminais e outros profissionais.

O tráfego de spam no primeiro trimestre de 2015 também incluiu muitos e-mails enviados por domínios de cores, como .pink, .red ou .black, usados com frequência para anunciar sites de namoro asiáticos. 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail