Home > Notícias

Brasil não assina acordo de livre comércio para importação de eletrônicos

27/07/2015 às 11h36

Brasil não assina acordo de livre comércio para importação de eletrônicos
Foto:

O Brasil não irá participar do acordo internacional de tecnologia da informação (ITA), que visa eliminar as tarifas de importação de mais de 200 produtos e barateando o valor de dispositivos eletrônicos. Isso significa que as alíquotas cobradas para a importação desses produtos continuam valendo.

O acordo foi renovado no último final de semana, na sede da OMC em Genebra, na Suíça, e assinado por 80 países - incluindo Estados Unidos, Colômbia, Peru e China, além de participantes da União Europeia. 

Vale ressaltar que o acordo foi firmado pela primeira vez em 1997 por 54 países - à época, o Brasil também se recusou a participar.

A não participação do País no acordo tem impacto direto nos consumidores, os quais não poderão comprar tecnologias mundiais a um preço acessível, e também prejudica empresas, que não poderão adquirir insumos mais baratos. 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail