Home > Notícias

Brasileiro compra cada vez mais em apps e lojas online

Estudo da Visa Consulting & Analytics revela que 57% da população brasileira já se enquadra no perfil do consumidor digital.

Wellington Arruda

26/08/2019 às 12h39

Foto: Shutterstock

A nova edição do Score Digital revela que o cidadão brasileiro tem se tornado cada vez mais um comprador digital. O modelo foi desenvolvido pela Visa Consulting & Analytics e avalia dados de transações da rede VisaNet.

Foi indicado, portanto, que 57% da população brasileira que possui um cartão Visa se enquadra no perfil do consumidor digital. Estes são considerados por usarem canais como aplicativos e lojas online nas compras.

Na divisão por estados com maior número de consumidores digitais no último ano, Bahia está em primeiro com 27% e Minas Gerais em segundo com 10%. O estudo foi realizado entre períodos de 2018 e 2019.

Já tratando-se dos hábitos de compra, o Score Digital avalia os perfis daqueles que consomem no digital esporadicamente (low digital); dos que adotam estes canais no dia a dia mas ainda compram mais em lojas físicas (medium digital); e daqueles que predominantemente estão comprando no mundo digital.

  • Low Digital: caiu 1% em relação a 2017 (de 69% para 68%);
  • Medium Digital: subiu de 21% para 24%;
  • Heavy Digital: subiu de 4% para 9% no mesmo período.

Como resultado, a média dos brasileiros confiantes em realizar pagamentos digitais têm aumentado significativamente.

O consumo acontece

Apenas em transações digitais, o gasto médio dos Heavy Digital é 3 vezes maior que dos intermediários e 8 vezes maior que dos low digital. De modo geral, em transações online ou não, eles correspondem a 2 vezes mais que os intermediários e 4 vezes mais do que os low digital.

Rodrigo Santoro, diretor da Visa Consulting & Analytics, avalia que essa curva de crescimento direcionada aos Heavy Digital tem acontecido nas principais cidades do Brasil.

Ele diz que essa pode ser uma vantagem competitiva para empresas varejistas, "principalmente quando conseguimos acompanhar tendências e ser responsáveis por essa transformação de consumo”.

O estudo indica ainda que, nos últimos dois trimestres, transações relacionadas ao transporte terrestre cresceram em mais de 11 milhões. O consumo de streaming e mídia digital registraram mais de 2 milhões de transações; já a entrega de alimentos passou de 5 milhões de transações.

Santoro explica que a análise permite "entender quem é esse perfil de consumidor e como ele se comporta, seja para melhorar a performance de nossos parceiros, criar produtos ou explorar os canais digitais com mais eficiência”.

O estudo leva em consideração variáveis como intensidade de uso, variedade de estabelecimentos comerciais. São consideradas transações com cartões Visa em lojas virtuais e apps, que variam de streaming, e-commerces, apps de transporte e afins.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail