Oi! Escolha uma opção para entrar

Nunca postaremos nas suas redes sociais

Se preferir, entre com seu e-mail

Esqueceu sua senha?
Não tem conta? cadastre-se grátis

Preencha o formulário abaixo para finalizar seu cadastro:


Precisamos de um Ministro de Digital?

Retornei recentemente de uma rápida viagem de negócios ao Reino Unido. Sempre que estou fora do país, tenho uma rotina de parar alguns minutos do dia para assistir à programação da TV local, ver as propagandas e os noticiários regionais. Isso me ajuda a entender um pouco da cultura do país e muitas vezes me dá algum insumo para conversas de quebra gelo com meus interlocutores locais.

Numa dessas noites pulando de canal em canal parei para assistir a Parlament TV , o equivalente a nossa TV Câmara e TV Senado. Você deve estar se questionando o porquê uma pessoa que está longe de casa passa seu tempo viajando assistindo à TV Senado local, não está?

Mas algo me chamou muito a atenção e não resisti passar alguns minutos assistindo essa peculiar programação, e o que me chamou a atenção não foi toda a simbologia que eles utilizam ou sequer a roupa estranha de alguns membros que conduzem os debates, mas sim o cargo da pessoa que estava sendo sabatinada.

Era uma representante da Secretary of State for Digital, Culture, Media and Sport.

Logo me veio à cabeça a discussão que estamos vivendo no Brasil nesse exato momento sobre a necessidade de reduzir a máquina pública, consolidar ministérios e até mesmo extinguir os que não são relevantes ao futuro do país.

A pessoa sendo sabatina estava respondendo sobre velocidade e cobertura de internet no reino unido e nos planos do governo para os próximos anos. Curioso que sou, fui pesquisar mais sobre essa secretária, que têm peso de ministério e fiquei impressionado de ver que a pauta sobre tecnologia abordou os seguintes aspectos:

Discutir a formação de talentos de cyber segurança, fomentar a indústria criativa do Reino Unido, financiar pesquisas de computação quântica, expansão da rede de fibra ótica.. entre outros temas que na minha opinião de empreendedor digital, são muito coerentes para um país que precisa estar na vanguarda tecnológica.

Será então, que nesse momento que estamos de definição do primeiro escalão do próximo governo, não precisamos definir um Ministro de Digital?

Alguém que possa lidar com os esforços de inovação e disrupção dentro e fora da máquina pública, uma pessoa com DNA digital, que domine as novas tecnologias e possa transformar não somente a burocrática máquina estatal mas também fomentar a evolução tecnológica, apoiar a indústria criativa e fomentar as startups e o empreendedorismo digital.

O que vocês acham. Não precisamos de um Ministro de Digital?

 


Receba grátis as principais notícias do setor de TI

Newsletter por e-mail