Home > Notícias

CEO da AWS: desenvolvedores criativos são como músicos

Guilherme Borini

29/11/2017 às 20h32

Foto:

Dona de mais de 40% do mercado global de cloud pública, a Amazon Web Services (AWS) quer colocar cada vez mais os desenvolvedores no centro dos negócios. O foco da companhia é prover uma plataforma robusta e completa para que estes profissionais possam criar, inovar e de fato fazer a diferença.

Essa é uma das principais mensagens da companhia durante o re:Invent, evento anual que reúne neste ano mais de 40 mil pessoas em Las Vegas, nos EUA. Durante keynote de abertura, o CEO Andy Jassy comparou o papel dos desenvolvedores, ao pensar uma solução, ao de músicos que estão criando novas canções.

"Os músicos podem escolher usar um violão ou uma guitarra, por exemplo. O que eles querem é ter liberdade para ser livre e usar o que quiser naquele momento. Da mesma forma os desenvolvedores", afirmou Jassy.

O executivo comentou outro desejo em comum das duas atuações. "Ambos querem informações dos seus fãs/clientes para poder prover o que eles realmente desejam. A AWS atende a essa demanda com um plataforma poderosa."

Tecnologia afinada

A música, aliás, foi o fio condutor do keynote de mais de 2 horas e meia de Jassy nesta quarta-feira (29/11). Cada canção escolhida trazia uma mensagem da companhia.

A primeira delas foi "Everything is everything", da norte-americana Lauryn Hill. "Quando desenvolvedores migram para cloud, percebem que ter tudo é tudo."

Outra música apresentada por uma banda convidada no palco passou a mensagem de liberdade, o que a plataforma AWS traz para os clientes. "Liberdade não é apenas ter capacidades para construir o que quiser, mas também ter a habilidade."

Para Jassy, cloud está causando uma enorme transformação, a qual não sabemos exatamente quanto tempo vai durar. "Algumas pessoas que tenho conversado falam em poucos anos, mas outras décadas", apontou.

A questão é que, segundo sua percepção, alguns executivos sabem que precisam se preocupar, mas na realidade não estão de fato interessados. "Eles querem continuar fazendo o mesmo do passado. A realidade é que, quanto mais tempo demorar, mais difícil será o processo."

"Esse é o momento de ser desenvolvedor tem muito para trocar, mudar e fazer. Mude sua companhia e a experiência do seu cliente", completou.

*O jornalista viajou a Las Vegas (EUA) a convite da Amazon Web Services

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail