Home > Notícias

CEO da AWS rebate Larry Elisson e dispara contra Oracle

Guilherme Borini

30/11/2017 às 13h30

Andy Jassy
Foto:

Foi com o clima musical do keynote de abertura do re:Invent, na última quarta-feira (29/11), que a Amazon Web Services (AWS) aproveitou para cutucar sua rival Oracle. Praticamente dois meses após Larry Elisson, cofundador e CTO da Oracle, ter utilizado o evento anual da companhia, o Oracle OpenWorld, para atacar a AWS com o lançamento do banco de dados autônomo, agora foi a vez do troco.

A música escolhida foi Freedom, do cantor George Michael, que, segundo Andy Jassy, CEO da AWS, é um paralelo a tudo que a companhia oferece a seus clientes: liberdade. A discussão de liberdade leva Jassy ao tema bancos de dados e uma série de ataques contra a Oracle.

No telão do evento, a resposta às recentes declarações de Elisson veio em forma de charge. A imagem mostra um policial questionando uma senhora sobre quem teria lhe assustado na noite anterior. As opções são três personagens de filmes de terror - Chucky, Jason e Freddy Krueger -, mas a resposta é "o com cavanhaque", no caso Elisson, com a placa da Oracle, no canto da imagem.

"Eu não conheço nenhuma empresa que não esteja tentando fugir do provedor de banco de dados comercial antigo que eles estão usando hoje. Muitas pessoas têm essas práticas de negócios e tenho certeza que essas empresas são boas, mas não é o que os clientes querem", disparou Jassy.

A rivalidade entre as duas companhias se acirrou há alguns anos, quando a AWS iniciou sua oferta de banco de dados, entrando um mercado consolidado da Oracle. Mas a Oracle, por sua vez, respondeu construindo sua própria infraestrutura de nuvem para competir diretamente com a AWS e outros players.

"Você deve decidir em que lado você estará: do lado dos clientes ou tentando empurrar um negócio existente que, francamente, mudará se quisermos ou não", apontou Jassy.

"Desafio você a encontrar muitos clientes usando Oracle que estejam realmente felizes", disparou.

Respostas com produtos

As "respostas" de Jassy não se limitaram a palavras. Como de costume no re:Invent, a companhia preparou dezenas de anúncios, alguns deles focados em banco de dados.

Um deles é o Aurora Multi-Laser - que roda na plataforma Aurora (produto com maior crescimento da Amazon), serviço de banco de dados relacional com escala em vários data centers.

Jassy destaca que muitos cliente dizem que adoram utilizar o Aurora, mas se deparam com um problema: espaços não utilizados. Para resolver essa questão, a companhia apresentou o Serverless, bando de dados "serverless" que provê instâncias automaticamente.

Ainda, Jassy anunciou o DynamoDB Global Tables, banco de dados totalmente gerenciado, com suporte multi-região.

A sorte está lançada e o cabo de guerra sendo puxado em ambos os lados. Resta saber quem manterá o melhor produto no mercado para sair vitorioso.

*O jornalista viajou a Las Vegas (EUA) a convite da Amazon Web Services

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail