Home > Gestão de Help e Service Desk

Típico autoatendimento detestável

TAM "inova" no despacho de bagagens dando mais trabalho ao cliente

Roberto Cohen

31/10/2019 às 10h37

Foto:

Salve.

Há uns anos, debati com meu amigo Fernando Baldin a questão dos totens de autoatendimento dispostos nos aeroportos para “permitir” que passageiros fizessem seus próprios procedimentos de check-in.

Ele se vangloriava que isso era maravilhoso, que o usuário podia fazer tudo sozinho sem depender de terceiros, que dispensava ficar aguardando em filas etc.

Claro, não questionava o motivo do porquê existiam as filas, mas isso é outro papo e desgastado.

Mas agora a TAM lança uma novidade “esplêndida” (e essa qualidade está entre aspas duplas e negrito para exaltar que escrevi uma ironia).

Leia no site Melhores Destinos:

Latam agora permite despachar bagagens por conta própria em aeroportos nacionais

Isso não é bem uma novidade. Em 2015 quando fui à Holanda também passei por situação semelhante:

Mas faço questão de destacar o verbo permitir na notícia.

O verbo permitir pode ser transitivo direto e bitransitivo, mas isso não interessa. O que importa é seu significado: “dar liberdade, poder ou licença para; consentir, conceder“.

Em resumo, o sujeito faz sozinho e com “independência”:

  • Seu check-in no totem
  • Imprime as etiquetas de bagagem (coisa já comum hoje em dia)
  • Afixa as etiquetas nas malas (quase emplacando, não fosse a preguiça de alguns como eu)
  • Passa o código de barras num leitor de código de barras para ele abrir uma portinha
  • Enfia as malas para dentro do tubo onde as despacha

Maravilha! Sem a intervenção de ninguém.

Porém…

Você acha que daqui a alguns meses o verbo “permitir” ainda será conjugado?

Ou passaremos para o “forçar”?

A motivação básica você já sabe: “ah, isso diminuirá os preços das passagens, pois aumentará a nossa produtividade.” Sério, você acredita?

Sem falar no desemprego, mas isso já é notório e claro. Quem não tiver qualificação na área tecnológica, VSF ( a letra “F” é do verbo “fanar” — perder o frescor —, por favor…).

Quem ainda fala de “Experiência do Cliente” e outras expressões lindas de se falar e ouvir, explique-me.

Beijos a todos,

Novembro vem aí.

Dois momentos importantes neste mês:

  • Black Friday honesta nos EUA e China
  • Aniversário do Cohen

Abrazon

EL CO

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail