Home > Notícias

Como o digital impulsionou os negócios das Havaianas?

Segundo presidente da Alpargatas, 70% das vendas das famosas sandálias são influenciadas digitalmente

Déborah Oliveira

12/09/2019 às 12h16

Foto: Divulgação

As famosas Havaianas brancas com tira azul eram item indispensável na cesta básica do brasileiro. Com o passar dos anos, o posicionamento da marca mudou, abraçando liberdade e alegria, e conquistou os mais variados públicos e hoje está presente em mais de cem países em todo o mundo. Somente em solo nacional todos os anos são mais de 120 milhões de pares vendidos, que vão muito além dos básicos.

Somos uma marca de experiência. Nossa estratégia é simples, clara e poderosa. Nos inspiramos nas pessoas”, definiu Roberto Funari, CEO da Alpargatas, dona das Havaianas, durante o SAP Now, evento da fabricante alemã de software em São Paulo. A experiência, que deu o tom do SAP Now, é a essência da empresa, como revelou ele e está no centro de tudo o que a companhia faz.

Para fortalecer esse posicionamento, a empresa aposta em uma experiência encantadora em suas lojas. “Quando entrei na Alpargatas há nove meses, fui vender em uma loja. Não vendi nada, mas aprendi muito. Um dos vendedores me aconselhou: deixe as pessoas descobrirem as Havaianas”, contou.

O digital também é uma forma relevante de encantar o cliente, revelou ele. A empresas conta atualmente com dezenas de projetos, muitos deles na área digital. “Olhamos todos os pontos de venda,  os pontos de contatos e os parceiros”, sintetizou.

Segundo ele, hoje, 70% das vendas das famosas sandálias são influenciadas digitalmente. “Estamos agora colocando no centro da estratégia machine learning, inteligência artificial, e analytics para oferecer uma segmentação mais apurada por canal e portfólio. Queremos combinar dados de negócios com comportamento”, adiantou, completando que isso tudo é possível por meio da tecnologia e da inovação.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail