Home > Notícias

Cientistas desenvolvem comunicação baseada em teletransporte subaquático

25/08/2017 às 9h12

Comunicação baseada em teletransporte subaquático é nova aposta de pesquisadores
Foto:

Pesquisadores da Xangai Jiao Tong University publicaram recentemente um artigo afirmando que enviaram partículas de luz emaranhadas por meio da água do mar, algo que nunca foi feito antes.

A equipe conseguiu transmitir partículas em três metros de água do mar em um ambiente isolado. Embora isso não seja exatamente o objetivo de proteger as comunicações nos mares, ainda assim é o primeiro passo para trazer a solução quântica da internet para um globo coberto por oceanos.

Teletransporte subaquático

É interessante porque basicamente é teletransporte. O emaranhamento quântico é um processo altamente complexo que envolve disparar um laser através de uma óptica de cristal para criar fotões emaranhados. O site The Next Web abordou o uso bem-sucedido de emaranhamento quântico no início deste ano, incluindo mais informações sobre como o conceito funciona.

Os cientistas, desde então, repetiram o processo na outra direção - eles enviaram mensagens do satélite Micius e para ele também. De acordo com a equipe da Xangai Jiao Tong, eles poderão ampliar o alcance da comunicação a partir dos três metros de água que experimentaram em pelo menos 900 metros.

Se a rede quântica é o futuro da internet - e muitos especialistas acham que é - vamos precisar descobrir como superar as limitações de soluções baseadas em espaço e cabos de fibra óptica aqui na Terra.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail