Home > Colunas

Desenvolvimento web: qual tecnologia e framework utilizar?

Com o avanço tecnológico e o surgimento de novas linguagens de programação, saber qual delas utilizar, é um desafio.

*Felipe Amorim

15/10/2019 às 14h22

Linguagem de programação da Apple ganha adeptos; JavaScript é número 1
Foto: Shutterstock

Com o avanço tecnológico e o surgimento de novas linguagens de programação, saber qual delas utilizar, é um desafio.

As três mais utilizadas, PHP, JSP e .NET serão comparadas nesse texto.

De acordo com pesquisa realizada em 2016 e com resultados apresentados na 13th ECTI-COM - Conferência Internacional de Engenharia Elétrica/Eletrônica, Informática, Telecomunicações e Tecnologia da Informação - o usuário de uma página web não quer saber qual tecnologia está implantada, qual sistema operacional a página web está rodando ou o quão trabalhoso foi a implementação do sistema. Se a página for lenta, há a possibilidade do usuário sair e ir navegar em outro site, portanto, a escolha da tecnologia correta para o projeto pode ser essencial para o seu sucesso.

O pesquisador da Universidade de Washington (EUA) Xiaosong Li, afirma em um de seus estudos, que o PHP é considerado uma das linguagens web mais populares, pela sua flexibilidade, dinamicidade e baixa curva de aprendizado. Entretanto essa facilidade pode influenciar desenvolvedores inexperientes a cometer erros de organização de projetos, portanto o uso de frameworks é quase indispensável, tais como Laravel, CakePHP e CodeIgniter.

Os pesquisadores Khampheth Bounnady e Khampaseuth Phanthavong, da Universidade Nacional de Laos, realizaram uma comparação entre PHP e .NET, tendo não só um resultado sólido, mas sim um conjunto de fatores que podem ser primordiais para a escolha da tecnologia mais adequada. Os resultados obtidos, referenciam o PHP como uma linguagem mais adequada para pequenos projetos ou páginas que precisam carregar um grande número de dados.

Em muitos fatores o .NET consegue superar o PHP, como o carregamento de páginas (1.81x mais rápido), leitura/escrita de arquivos externos (3.77x mais rápido), e cálculo de algoritmos (14.74x mais rápido). Entretanto, não apenas o PHP tem a implementação mais simples, como ele possui suas vantagens na comparação, sendo elas o manuseio de variáveis grandes (6.82x mais rápido), comunicação com banco de dados (1.45x mais rápido) e upload de arquivos (1.17x mais rápido).

De acordo com análise feita por Naresh Babu Muppalaneni, pesquisador da Sree Vidyanikethan Engineering College, de Tirupati, India, o JSP possui algumas vantagens e desvantagens. O servidor da web precisa de um mecanismo, ou seja, contêiner para processar páginas JSP, o qual é responsável por manipular solicitações para páginas JSP. O melhor recurso do JSP é que a primeira execução da página da web é carregada no buffer - a partir da segunda execução, ele executará do buffer.

Já o pesquisador Zhang Fen, da China Satellite Marine Track & Control Department, afirma que o JSP possui algumas robustas vantagens de segurança, tendo em vista que a aplicação pode ser dividida em camadas, por exemplo, a divisão de 3 níveis, sendo eles o nível de interface do usuário, o de cálculos de negócio e o de dados, em que o nível de interface com o usuário se comunica apenas com o de cálculos de negócio, não tendo acesso ao nível de dados da aplicação, aumentando significativamente a segurança.

Como conclusão: o PHP é a linguagem com a menor curva de aprendizado, com o menor custo de implementação e ideal para projetos pequenos. O .NET é a melhor escolha para projetos maiores e com uma complexidade maior. E o JSP, como a tecnologia mais segura e com a melhor resposta instantânea à páginas que não sofrem modificações constantes.

Não se deve esquecer ainda que é necessário levar em consideração a experiência e proficiência da equipe, necessidades de tempo de resposta, segurança e usabilidade do cliente e das ferramentas disponíveis.

*Por Felipe Amorim, automador de testes da ART IT, especializada em soluções e serviços de TI.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail