Home >

Em tempo de pandemia, é preciso aproveitar as vantagens do home office

Os riscos são grandes e não vale a pena expor sua equipe a contaminação

Matheus Assis Baeta

21/03/2020 às 12h00

vantagens home office
Foto:

Sim, ele chegou. O tão temido coronavírus chegou. Mas não é hora de entrar em pânico. Podemos, sim, ver a situação como uma grande oportunidade para expandir a prática de home office em sua empresa. Existem ferramentas fantásticas para gerenciamento de serviços, além de toda a comunicação da empresa, alinhadas com os conceitos  de transformação digital, que ajudam as empresas a tornar seus processos e fluxos de trabalhos  mais eficientes, mesmo com a equipe trabalhando em casa. A implantação e treinamento dos usuários não são problemas. Em menos de sete dias grande parte da equipe pode ser munida das ferramentas necessárias para trabalhar de maneira eficaz  em home office.

Agora, dê uma olhada nessas oito maneiras pelas quais sua vida pode ser diferente quando você trabalha remotamente, depois faça um ótimo trabalho remoto com o qual você está sonhando!

• Ganhando o tempo do deslocamento

Em cidades como São Paulo e Rio de Janeiro o tempo gasto em deslocamentos para o trabalho, que pode chegar a mais de três horas por dia, será transformado em descanso, lazer, estudo ou atividade esportiva.

• Diminuindo custos

Não só o custo do transporte, mas também em outras áreas. Vestuário e alimentação também contam muito.

• Flexibilizando a execução de tarefas

Muito do trabalho que pode ser feito remotamente hoje em dia, também pode ser feito em um horário flexível. No caso de profissionais de TI, criador de conteúdo e outros, a execução das tarefas podem ter horários flexíveis, desde que os prazos sejam cumpridos.

• Fazendo reuniões agradáveis ​​e eficazes

Todos concordam que muitas das reuniões realizadas nas corporações são cansativas, demoradas e, algumas vezes, não resolvem o problema alvo. Remotamente os profissionais podem ser mais eficazes. Com apenas alguns cliques, você pode ter 10 pessoas em uma vídeo chamada que provavelmente durará apenas 30 minutos em vez de 90 longos minutos ineficientes.

• Aumentando o foco

Com um pouco de força de vontade e uma rotina constante, você logo aprenderá evitar se distrair com a TV e outras coisas da casa. Ede fato, você deve fazer mais quando trabalha remotamente. Isso porque você pode controlar muito mais a sua situação de trabalho - não precisa se preocupar com os colegas de trabalho com "apenas fazer uma pergunta rápida" (e 20 minutos depois ...), socialização obrigatória quando você toma café, ou ofender alguém fechando a porta do seu escritório. Quando você está remoto e precisa realmente se concentrar, basta alterar seu status no bate-papo em grupo para "não perturbe" e pronto.

• Evitando as fofocas

Há o velho ditado sobre parentes: "você não pode escolher sua família" e o mesmo vale para seus colegas de trabalho. Você pode não ser o melhor amigo de todos quando trabalha remotamente. Porém, como não é possível conversar ociosamente e passar o tempo na sala de descanso, os funcionários remotos tendem a ignorar as fofocas que acontecem nas configurações tradicionais de trabalho. E isso é um grande bônus para todos os envolvidos, não é?

• Trabalhando em qualquer lugar

E você também não está ligado à sua casa. Você pode executar seu trabalho enquanto viaja, ao ar livre, na casa de um parente ou em qualquer lugar. É liberdade total.

• Comunicando com mais eficácia

Como você não tem todo mundo fisicamente ao seu redor o tempo todo, você se torna muito mais consciente da importância de manter contato. Portanto, no processo de redigir sua mensagem ou planejar a reunião, você refina seus pensamentos e perguntas e acaba economizando tempo.

Tenho a certeza que trabalhar em casa pode beneficiar tanto os empregadores quanto os empregados. Mas também sei que existem duas vertentes de pensamentos quando se trata de trabalhar em casa. Um grupo geralmente pensa que as pessoas não farão nada e o outro acredita que os trabalhadores serão mais felizes e mais produtivos. Eu faço parte do segundo.
*Matheus Assis Baeta é Diretor Executivo da OTRS Brasil

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail