Home > Notícias

Empresa arrecada fundos para lançar sistema que roda Android em PCs com Windows

13/06/2014 às 18h04

Empresa arrecada fundos para lançar sistema que roda Android em PCs com Windows
Foto:

Imagine se o seu PC pudesse executar os mesmos aplicativos Android que seu telefone e tablet.

É uma boa ideia para os usuários de Android que também usam PCs com Windows. Não é uma novidade nem está longe de ser uma realidade acessível para a maioria dos usuários, já que existem hardwares capazes de executar os dois sistemas operacionais – como o recém-anunciado Asus Transformer V, que ainda não está disponível.

O Console OS pretende mudar esse cenário, uma vez que seu desenvolvedor, a Mobile Media Ventures, pretende levantar 50 mil dólares na Internet por meio do site Kickstarter. Um anúncio descreve o projeto, que tem sido feito nos últimos 18 meses, cujo foco é o desenvolvimento de uma versão bifurcada do Android que pode rodar em qualquer PC com Windows – inclusive simultaneamente, se o usuário desejar.

"O Console OS quer tornar o Android seu principal sistema operacional no PC", afirmam os desenvolvedores no anúncio de captação de fundos.

A promessa do Console OS tornaria relativamente fácil e barato aos usuários de Windows e Android executarem os dois sistemas operacionais em um PC com Windows. Ele pode ser instalado no disco rígido interno ou executado a partir de um drive USB, e não é preciso ser um profissional de TI ou desenvolvedor do Android para fazer isso. 

Em longo prazo a Mobile Media acredita que o software pode facilitar que fabricantes de hardware produzam sistemas dual-boot, construídos para executar tanto o Android quanto o Windows. A empresa também disse que vai lançar sua própria loja de aplicativos Android, bem como ofecerer suporte à importação de apps Android adquiridos anteriormente no Google Play e na Amazon Appstore. 

Se a ideia der certo, o Console OS ou outras propostas semelhantes provavelmente não colaborariam com os esforços da Microsoft para incentivar o desenvolvimento de aplicativos móveis para o mercado do Windows 8.x. A equipe do Windows provavelmente não deve abraçar a ideia de que o Android merece lucrar como o "sistema operacional primário para PC" em máquinas construídas para executar Windows.

"Independentemente de qual sistema escolhido para fazer o boot, continuamos focados em garantir a melhor experiência para os fabricantes de dispositivos, desenvolvedores de aplicativos e consumidores em qualquer dispositivo Windows", comunicou um porta-voz da Microsoft por e-mail à InformationWeek EUA.

A versão Console OS Pro, que custará 10 dólares para os apoiadores no Kickstarter e dará direito a atualizações gratuitas para toda a vida (em vez de pagar 20 dólares por ano), irá "eventualmente facilitar a mudança instantaneamente entre o Windows nativo e Android nativo, em seu tablet ou PC baseado em Intel", de acordo com a campanha.  A versão também é capaz de executar aplicativos Android em janelas, permitir acesso remoto ao PC a partir de qualquer dispositivo Android e outros recursos. (A versão comum consegue executar apenas dois aplicativos lado a lado). "Eventualmente" é a palavra imperativa, daí a campanha de crowdfunding. O Console OS ainda não está completo, mesmo que parece promissor.

O Sistema roda em qualquer PC com Windows, mas inicialmente deve operar em 25 modelos diferentes, como a linha XPS da Dell (11, 12, 13, and 15); Sony VAIO Pro (11 and 13); Lenovo Yoga 2, Yoga Pro 2, and ThinkPad X1 Carbon; Toshiba Protege (R30 and Z30) e no próprio hardware que está sendo desenvolvido pela Mobile Media.  

A Mobile Media informou que planeja lançar a primeira versão para desenvolvedores dentro de 30 dias, quando a campanha Kickstarter se encerra, de modo que o lançamento final está previsto para setembro. O projeto já havia levantado mais de 14.500 dólares até sexta (16 horas). 

Embora o Android seja open source, tecnicamente, a equipe da Mobile Media reconhece que o Google poderia complicar as coisas para o Console OS: "Esperamos que players do ecossistema (no caso, Google) abracem e apoiem a nossa inovação (...) mas é um risco potencial ao fazer qualquer coisa com Android", relatou a empresa. 

Procurado pela equipe da IW, o Google não se pronunciou sobre o assunto.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail