Home > Notícias

Estágio em multinacional ensina mulheres a programar

Editorial IT Forum 365

24/11/2017 às 12h02

programadora
Foto:

As mulheres que desejam aprender a programar, seja para seguir carreira na área ou por pura curiosidade, agora têm uma nova chance. Em parceria com a 99jobs e a Mastertech, a Avanade criou o 1º programa de estágio da empresa que ensina mulheres a programar. É o Ada Bootcamp.

A oportunidade é para mulheres que se inscreverem e forem selecionadas no Programa de Estágio da Avanade 2018. Vale qualquer graduação, com formação entre 12/2018 e 12/2019 e não é preciso saber nem uma linha de código. As inscrições são pelo site da 99jobs até o dia 24 de novembro de 2017.

O estágio começa já em janeiro de 2018, assim como as aulas, que serão ministradas pela equipe da Mastertech e por Camila Achutti, fundadora da startup e um dos nomes mais relevantes no cenário de tecnologia brasileiro. "Saber programar é o que vai garantir o seu emprego no futuro", garante Achutti.

“Você pode construir sites, aplicativos, aprender sobre Internet das Coisas (IoT), Inteligência Artificial (AI), Impressão 3D ou ainda aprender a usar a tecnologia para resolver problemas que ainda não foram resolvidos.”, explica Talita Novacoski, que é Designer de Experiência e Programadora Front-End, sobre o valor de aprender a programar.

O nome da iniciativa, Ada Bootcamp, é uma homenagem a Ada Lovelace, a brilhante matemática e escritora inglesa, que foi também a 1ª programadora da história. Sobre o projeto pioneiro, Achutti celebra: “É muito mais do que um emprego ou um curso pra você aprender a desenvolver, é a chance de nós mulheres transformarmos o mercado de tecnologia”.

A Avanade é reconhecida por criar um ambiente que dá apoio e recursos às mulheres para que elas tenham sucesso pessoal e profissional, o que inclui programas de liderança e aconselhamento dedicados, além de uma rede de talentos que investe no potencial feminino, estimulando conexões de carreira relevantes. “Temos orgulho de sermos uma empresa inclusiva e estarmos entre as organizações pioneiras na luta por igualdade de gênero, dentro e fora do local de trabalho. Este projeto vem reafirmar nosso compromisso em desenvolver as carreiras de mulheres em tecnologia.”, conclui Rodrigo Caserta, Country Manager do Brasil.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail