Oi! Escolha uma opção para entrar

Nunca postaremos nas suas redes sociais

Se preferir, entre com seu e-mail

Esqueceu sua senha?
Não tem conta? cadastre-se grátis

Preencha o formulário abaixo para finalizar seu cadastro:

“1 em cada 2 ATMs no Brasil é nosso”, diz CEO da Diebold Nixdorf

Por

em Estratégia

6 meses atrás

Em agosto do ano passado, a Diebold, empresa global de automação bancária, deu importante passo em sua atuação ao comprar a alemã Wincor Nixdorf, especializada em automação comercial. A união de forças transformou a empresa, agora Diebold Nixdorf (DN), em uma potência, presente em mais de 130 países, com 25 mil colaboradores, receita de US$ 5,2 bilhões em 2016 e o mais importante: garantiu seu ingresso no mercado de automação comercial.

Elias Silva, presidente da Diebold Nixdorf no Brasil (foto), participou de toda a integração das empresas e ficou motivado com o escopo que a companhia ganhou no mercado. “Essa aquisição só reitera o compromisso da organização com a transformação do negócio. A união das duas companhias foi saudável, considerando suas estratégias complementares. E prosseguimos investindo US$ 200 milhões em inovação globalmente por ano”, diz.

Silva destaca que a aquisição, que custou €891.7 milhões, foi importante para acelerar a consolidação da estratégia rumo a tornar-se uma companhia de software e serviços. “Hoje, 60% da nossa receita provêm de software e serviços e 40% de produtos”, relata, acrescentando que somente em receita de software a Diebold Nixdorf totaliza meio bilhão de dólares.

Após a fusão, no final do ano passado, a empresa mudou-se para um novo escritório na Barra Funda (SP), com showroom completo dos produtos disponíveis no País. No Brasil, hoje, são 3 mil colaboradores, sendo 500 deles especializados no desenvolvimento de processos para garantir a inovação.

Agora em automação comercial

O executivo exibe ainda mais números que comprovam a bem-sucedida operação. “Existem no mundo cerca de 3 milhões de equipamentos ATM. A Diebold Nixdorf tem participação em 33% deles. Isso significa que um em cada três ATMs é nosso. No Brasil, nossa aceitação é ainda maior. Um em cada três ATMs é da Diebold (50% desse mercado).”

“Agora, estamos focados em trabalhar tanto a digitalização dos bancos como desenvolver o comércio conectado, por meio de soluções de hardware e software também para o varejo. Meu objetivo aqui no Brasil agora é expandir nossa atuação também nesse segmento”, avisa.

Como parte da herança da Wincor Nixdorf, a DN oferece soluções transformadoras para o mercado de varejo no Brasil, como o Self-Checkout, terminal que permite ao consumidor pesar os produtos, escanear cada um dos códigos de barras e efetuar o pagamento via cartão de crédito ou débito.

Esse avanço já está disponível em uma das lojas do Carrefour, a loja conectada da R. Pamplona, em São Paulo, inaugurada em julho/2017. Lá, por meio da solução inovadora em solo nacional, por unir tudo em um mesmo equipamento, coloca todo o poder de decisão diretamente nas mãos dos clientes.

Transformando o ATM com mobile

Ainda neste ano, a empresa trouxe às prateleiras um novo conceito de ATMs, chamado Essence, com design de smartphone acoplado na parede. De acordo com Silva, o conceito é justamente para estar alinhado à experiência mobile. Com ele, o cliente poderá começar uma operação no celular e finalizá-lo no ATM, via tecnologia NFC ou QR code, por exemplo. O Essence já está em fase de testes com clientes no Brasil.

“Um dia você sai de casa e esquece de deixar dinheiro para sua empregada doméstica comprar produtos de limpeza. Você pode, então, solicitar uma autorização de saque via internet banking ou mobile. Essa autorização vai para o celular da sua empregada, em forma de NFC ou QR Code, e com essa tecnologia ela vai até um ATM e saca o valor”, exemplifica a facilidade o CEO da Diebold Nixdorf.

O executivo, que vivencia um momento de pura inovação na empresa (ele garante), revela o segredo da sua estratégia: “Hoje, a tecnologia tem de trazer conveniência ao usuário. Esse é o nosso objetivo, o que nos levará a posições ainda mais expressivas”, desafia Silva, que ainda exibe em seu portfólio soluções de cofres inteligentes e de prevenção e combate a fraudes. “O céu é o limite nessa nova jornada.”


Receba grátis as principais notícias do setor de TI

Notícias por push

Ativar

Notícias marcadas

Personalize sua home

Ative ou desative as categorias abaixo:

  • Carreira
  • Digital
  • Gestão
  • Mercado
  • Segurança
  • Startups
  • Tech
  • TI de Negócios