Oi! Escolha uma opção para entrar

Nunca postaremos nas suas redes sociais

Se preferir, entre com seu e-mail

Esqueceu sua senha?
Não tem conta? cadastre-se grátis

Preencha o formulário abaixo para finalizar seu cadastro:


OODA Loop: técnica de combate conquista empresas em busca de inovação

Por

em Gestão

2 semanas atrás

Companhias lançam mão da metodologia para se diferenciar e prover respostas rápidas aos desafios dos novos tempos

Desenvolvida pelo estrategista militar e coronel da Força Aérea dos Estados Unidos, John Boyd, a técnica OODA Loop ganha adeptos no mundo corporativo. A demanda premente por inovação fez com que empresas passassem a olhar com atenção essa metodologia que era usada em operações de combate. Ela chegou rapidamente ao Vale do Silício e agora espalha-se pelo mundo.

“Boyd desenhou o OODA Loop para ajudar pilotos da força aérea a se saírem melhor do que outros em momento de combate. Sua ideia é a de quem tem esse ciclo mais rápido, vence”, definiu Marcelo Toledo, diretor de Engenharia do Nubank, em apresentação no RD Summit, realizado de 7 a 9 de novembro, em Florianópolis.

OODA vem do inglês observe, orient, decide, e act, significa observação, orientar, decidir e agir. A técnica aplicada ao universo dos negócios tem a intenção de facilitar e de agilizar as tomadas de decisão, em busca de crescimento sustentável.

Um exemplo de empresa que conseguiu aplicar o OODA Loop é a Netflix, contou o executivo. A companhia iniciou a operação oferecendo aluguel de filmes e DVDs por correios. Era, basicamente, uma empresa de logística, resolvendo um problema não endereçado pela Blockbuster: o de alugar filmes sem precisar ir a um local físico.

Em determinado momento, a Netflix precisava aprimorar sua performance e colocou em prática o OODA Loop: tomou uma decisão e agiu. “Eles perceberam que a internet ia mudar o negócio deles. Não havia na época banda larga para executar streaming, mas a Netflix sabia que o consumo de filmes mudaria”, apontou.

Convencer o board da empresa sobre a mudança foi desafiador, mas deu certo. “A companhia passou por três fases diferentes e foi bem-sucedida nelas. A mensagem aqui é que o OODA Loop precisa estar presente o tempo todo nas empresas. Se não se reorientar, fica para trás. Isso acontece o tempo todo no mercado”, avisou.

O executivo lembrou que entender como levar valor para o mercado faz a diferença nos dias de hoje e é isso que deve orientar a inovação de empresas de todos os portes e segmentos de atuação.

*A jornalista viajou a Florianópolis a convite da RD


Receba grátis as principais notícias do setor de TI

Newsletter por e-mail