Oi! Escolha uma opção para entrar

Nunca postaremos nas suas redes sociais

Se preferir, entre com seu e-mail

Esqueceu sua senha?
Não tem conta? cadastre-se grátis

Preencha o formulário abaixo para finalizar seu cadastro:


Bradesco abre terceira edição do programa de startups

Por Redação

em Mercado

2 anos atrás

O Bradesco abriu inscrições para a terceira edição do inovaBra, programa voltado a descobrir projetos inovadores de startups que tenham soluções aplicáveis ou com possibilidade de adaptação no setor de produtos e serviços financeiros.

Este ano, entre as novidades há a criação do inovaBra Ventures, fundo de investimentos em startups com R$ 100 milhões de capital proprietário. Os interessados podem se inscrever no programa por meio do site do inovaBra, de 20 de outubro a 4 de dezembro de 2016.

Nas duas primeiras edições, segundo Marcelo Frontini, diretor de Inovação do Bradesco, 20 startups colocaram à prova suas soluções ao serem experimentadas pelos clientes do banco.

O inovaBra permite às startups testarem suas soluções com clientes reais. O objetivo é estabelecer parcerias para acelerar o processo de entrega de experiências inovadoras aos clientes e oferecer como contrapartida a possibilidade dessas startups escalarem seus negócios rapidamente.

Os interessados devem apresentar projetos inovadores de startups em qualquer segmento que tenham soluções aplicáveis ou com possibilidade de adaptação ao segmento financeiro, principalmente relacionados a produtos e serviços, varejo, canais digitais, meios de pagamento, seguros, e que enderecem desafios nos seguintes temas: pagamentos, algoritmos, segurança, engajamento de clientes, gerenciamento financeiro, plataformas de investimentos, crowdfunding, customização massificada, internet das coisas (IoT, na sigla em inglês), blockchain e inteligência artificial.

O programa tem duração de dez meses, sendo quatro destinados ao processo seletivo e seis meses para o processo de interação com o Banco, incluindo melhorias na gestão, busca de sinergia estratégica, operacional e mercadológica.

A primeira fase é composta por três etapas:
Primeira: divulgação do programa e inscrição das empresas.
Segunda: seleção de até 45 startups pela avaliação do questionário preenchido pelas empresas durante a inscrição. Essas empresas passarão por um processo de imersão para conhecer o banco e serão avaliadas nos seguintes quesitos: qualificação da equipe, potencial de geração de valor, capacidade de entrega, potencial de inovação e mensuração de risco.
Terceira: serão selecionadas 25 startups que passarão por avaliação de um grupo de executivos do Banco.

Cerca de dez empresas poderão seguir para a fase de concepção do projeto, na qual receberão orientação com relação a uma demanda associada a uma necessidade real do Banco. Consequentemente, terão apoio no desenvolvimento do produto ou serviço e adaptação da solução ao ambiente do Bradesco. Ao final do programa, as empresas terão a possibilidade de comercializar seus produtos para o Bradesco, que, por sua vez, poderá ainda ser um investidor dessas startups.


Receba grátis as principais notícias do setor de TI

Newsletter por e-mail