Oi! Escolha uma opção para entrar

Nunca postaremos nas suas redes sociais

Se preferir, entre com seu e-mail

Esqueceu sua senha?
Não tem conta? cadastre-se grátis

Preencha o formulário abaixo para finalizar seu cadastro:

Com orçamento mais apertado, CIOs devem recuar migração para nuvem

Por Redação

em Mercado

1 ano atrás

Relatório do Morgan Stanley aponta que CIOs de empresas nos EUA e Europa devem migrar 21% das suas aplicações para nuvem pública neste ano, e 46% até 2020. O número é acima dos atuais 16%, mas abaixo de projeções anteriores.

As conclusões são baseadas em uma pesquisa com mais de 100 CIOs de empresas norte-americanas e europeias de diversos setores, com receitas anuais acima de US$ 500 milhões

A taxa de migração para a nuvem indica um “ritmo ligeiramente moderado de adoção” em relação a previsões anteriores, segundo o relatório.

Parte da razão é uma readequação no planos de gastos de TI. Embora os gastos em hardware e software devam permanecer praticamente estáveis, os gastos globais com TI devem crescer 3,5% em 2017, ante uma previsão de 4,1% em outubro, segundo o relatório.

A revisão em baixa reflete, em grande parte, a orçamentos de TI mais apertados em empresas europeias, que deverão crescer em média 2,6%, ante 3,7% no ano passado.

Para os CIOs pesquisados, caso as condições econômicas piorem no período, os softwares de segurança, conformidade, CRM, computação em nuvem e aplicativos ERP serão os aplicativos mais prováveis para continuarem a obter aprovações de orçamento. A despesa com hardware de infraestrutura seria a área mais provável de perder investimentos.


Receba grátis as principais notícias do setor de TI

Notícias por push

Ativar

Notícias marcadas

Personalize sua home

Ative ou desative as categorias abaixo:

  • Carreira
  • Digital
  • Gestão
  • Mercado
  • Segurança
  • Startups
  • Tech
  • TI de Negócios