Home > Notícias

NFL usa machine learning para fortalecer análises e estatísticas

Guilherme Borini

30/11/2017 às 19h01

NFL
Foto:

A NFL (National Football League), liga de futebol americano profissional dos EUA, conta agora com a Amazon Web Services (AWS) como parceira oficial de soluções de tecnologia. Com o acordo, a organização está adotando uma série de serviços de machine learning e análise de dados para aumentar a precisão de insights fornecidos durante as partidas, bem como experiência dos fãs.

A AWS foi escolhida para atualizar o sistema Next Gen Stats, ferramenta de inteligência da principal liga esportiva profissional norte-americana, que rastreia jogadores com um chip nos uniforme de cada um deles, para gerar dados sobre as partidas. Segundo Michelle McKenna-Doyle, CIO da NFL, cada jogo gera cerca de 3 terabyte de dados, que trazem consigo um enorme potencial para diversas aplicações.

O principal foco é desenvolver novas formas de visualizar as ações no campo, para descobrir a eficácia de táticas e ajudar técnicos e atletas na tomada de decisões. "O técnico pode conversar com determinado jogador após a partida e mostrar porque certa jogada não funcionou. E vice-versa", apontou Michelle. A visualização das jogadas também auxilia nas transmissões de TV, com explicações mais detalhadas e didáticas aos telespectadores.

A NFL usará a nova plataforma Amazon SageMaker, serviço totalmente gerenciado que remove o trabalho pesado e a adivinhação de cada etapa do processo de machine learning. A plataforma, anunciada na última quarta-feira (29/11) pela AWS, facilita a construção e treinamento de modelos, fornecendo cadernos de desenvolvimento pré-construídos, algoritmos populares otimizados para conjuntos de dados de escala petabyte e ajuste de modelo automático.

"Nós aprofundamos nosso relacionamento com a AWS, adicionando a empresa como um Provedor de Tecnologia Oficial da NFL e estamos entusiasmados em usar o Amazon SageMaker para nossa iniciativa de estatísticas de próxima geração", disse Michelle, durante participação no re:Invent, conferência anual da empresa norte-americana. "Com o Amazon SageMaker no nosso kit de ferramentas, nossos desenvolvedores podem deixar de se preocupar com o trabalho pesado de machine learning e começar a adicionar novas visualizações, estatísticas e experiências que nossos fãs adorarão", completou.

Michelle McKenna-Doyle, CIO da NFL, participa de conferência da AWS

*O jornalista viajou a Las Vegas (EUA) a convite da Amazon Web Services

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail