Home > Notícias

No Build 2018, Microsoft  assume compromisso com Inteligência Artificial e Open Source

A IA tem o potencial de alterar tanto a maneira de desenvolver como os aplicativos

Redação

10/05/2018 às 14h39

Foto:

No Microsoft Build 2018, em Seattle, Satya Nadella confirmou a estratégia da Microsoft de trazer a Inteligência Artificial (IA) para todos.

A Microsoft está tornando mais fácil para sua enorme comunidade de desenvolvedores — englobando empresas, parceiros e desenvolvedores individuais — para investir em visão, fala, processamento de linguagem e outras novidades na construção de aplicativos. A IA, como já pontuou a Forrester, tem o potencial de alterar tanto a maneira de desenvolver os aplicativos como os próprios aplicativos, que ficam robustos.

Para isso, a companhia está incorporando uma estratégia dupla de: 1) adotar e testar IA primeiro internamente em sua própria grande base de desenvolvedores para aprender os limites e capacidades da IA ​​em melhorar o desenvolvimento de software e 2) aumentar a colaboração entre suas equipes de pesquisa de IA e equipes de produto da Microsoft.

Diego Lo Giudice, analista da Forrester, pontua que a estratégia está trazendo os resultados da IA ​​para a realidade. "Embora eu não tenha ficado impressionado com qualquer inovação específica no espaço da IA ​​no Build 2018, fiquei impressionado com a forma como a Microsoft está levando IA a todos os lugares, do Azure Cloud até o Windows 10 e o Office 365", disse. O executivo pontua quatro iniciativas para acompanhar.

  • Machine Learnins e deep learning (na borda)
    A Microsoft e a DJI, famosa fabricante de drones civis, anunciaram uma parceria estratégica para oferecer capacidades avançadas de inteligência artificial (IA) e aprendizado de máquina aos drones com um kit de desenvolvimento de software (Software Development Kit, SDK) para Windows. Algumas aplicações foram mostradas no evento, como um aplicativo de vigilância por drones que reconhece imagens e pode monitorar tubulações a distância para detectar vazamentos.
  • Criação de aplicativos com inteligência artificial
    A lista de serviços de IA no Azure é agora tão grande quanto a de qualquer outro fornecedor. Mas a Microsoft está se diferenciando pelo nível de personalização que os desenvolvedores podem fazer nesses serviços com reconhecimento de imagem sendo usado para reconhecer objetos bastante específicos, como o exemplo acima.
  • IA como assistente no Visual Studio
    Um novo recurso virá com o Visual Studio como a extensão IntelliCode. É o primeiro passo para fornecer aprimoramentos de autocompletar e estilo de código, para atender a solicitações e melhorar o trabalho de desenvolvimento de maneira “inteligente”. O bot trata o código como dados obtidos com aprendizado de máquina, fornecendo sugestões. Obter ajuda neste estágio pode evitar bugs em potencial.
  • Compromisso com código aberto
    A parceria estratégica com o GitHub, mostra a intenção da Microsoft em oferecer um caminho de nuvem claro para desenvolvedores e ser um dos principais colaboradores de muitos projetos de código aberto. No Build, a Microsoft anunciou também o Azure IoT Edge Runtime, permitindo que os desenvolvedores modifiquem, depurem e tenham mais transparência e controle para aplicativos de borda.

 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail