Home > Notícias

Nubank, PicPay, GuiaBolso: 7 fintechs para acompanhar em 2020

Fintechs que ganharam espaço nos últimos anos prometem se destacar também no próximo ano

Redação

18/12/2019 às 10h35

Foto: Ebanx/Divulgação

Fintechs são, atualmente, vistas como facilitadoras e fortes concorrentes a tradicionais instituições financeiras. O Nubank, por exemplo, foi o primeiro cartão de crédito de dois milhões de brasileiros, como sugere pesquisa.

Estas empresas apostam em pilares como trabalhar de forma transparente e reduzindo a burocracia. Inclusive, trabalham de maneira digital com aplicativos controladores.

No Brasil, existem cerca de 550 fintechs e elas seguem conquistando os olhares de investidores. "As fintechs crescem devido às carências dos bancos tradicionais, precariedade no atendimento, falta de flexibilidade, dificuldade de acesso a crédito", diz Rafael de Tarso Schroeder, especialista em Sustentabilidade, Empreendedorismo e Inovação e professor do ISAE Escola de Negócios.

Entre os nomes, que já são bem populares, sete têm grande destaque. E, inclusive, podem merecer sua atenção no ano de 2020.

Fintechs que prometem se destacar

PicPay: O PicPay (www.picpay.com) é um aplicativo de pagamentos online lançado em 2012. O sistema nasceu com a proposta de descomplicar transferências de valores entre usuários, tanto para fazer pagamentos a lojas virtuais quanto para serviços online.

Juno: A fintech curitibana Juno aposta em soluções para facilitar pagamentos, reduzir a burocracia e democratizar serviços financeiros. Ela prepara o lançamento de seu cartão pré-pago exclusivo. A empresa é uma solução completa para a emissão de cobranças e recebimento de pagamentos para MEIs, e-commerces, marketplaces, empresas de qualquer tamanho e, também, para pessoas físicas.

Nubank: Fundado em 2013, o Nubank nasceu com a missão de desenvolver o controle financeiro na vida das pessoas. Conhecido por seus produtos sem burocracia, onde o usuário pode acompanhar as transações pelo aplicativo. Atualmente já são mais de 10 milhões de clientes. Em 2019, a fintech já ultrapassou a marca de mais de 1,5 bilhão de transações feitas. Além disso, não é apenas um cartão, hoje a fintech oferece outros 6 produtos.

Quinto Andar: O QuintoAndar começou a operar em 2015, com o objetivo de simplificar o processo de locação de casas e apartamentos residenciais, atuando como fiador para usuários com histórico de crédito sólido. Eliminando burocracias e custos na hora de alugar um imóvel, como por exemplo, o seguro-fiança.

GuiaBolso: Com o propósito de melhorar a vida dos brasileiros e transformar o sistema financeiro, a fintech paulista GuiaBolso está no mercado nacional desde 2014. Seu aplicativo é uma referência no segmento. Nele, é possível fazer um planejamento financeiro e controle de gastos pessoais. Atualmente conta com cerca de 4,5 milhões de usuários.

Ebanx: Primeiro unicórnio (startup avaliada em um bilhão de dólares), o Ebanx surgiu em 2012 processando cross-border (transfronteiriços) para negócios como Airbnb, AliExpress, Pipedrive, Spotify, Uber e Wish. Atualmente, a fintech conecta mais de 50 milhões de pessoas com mais de mil sites internacionais por meio de métodos de pagamento. Para 2020, o Ebanx dará uma atenção especial para a expansão do processamento de pagamentos locais.

Creditas: A Creditas é uma fintech que disponibiliza empréstimos com taxas abaixo do mercado para seus clientes. Isso acontece porque eles pegam carro ou imóvel como garantia de pagamento. Além de juros menores, também é possível conseguir um maior prazo para pagar e um maior valor de empréstimo.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail