Home > Colunas

O que são Hi-Techs? Saiba como pode melhorar o desempenho do RH

As empresas de alta tecnologia podem transformar os resultados para a área de recursos humanos de empresas de diferentes setores.

Ana Gabriela De Callis

01/09/2019 às 12h36

Foto: Shutterstock

Você com certeza já notou o quanto o cenário tecnológico tem mudado nos últimos anos. São novas plataformas, novos softwares, novas formas de acesso à informação e incontáveis dados que permeiam esse momento de Hi-Techs — abreviação em inglês para o termo alta tecnologia.

A questão é: você já sabe como isso pode transformar os resultados para a área de recursos humanos da empresa?

As tendências tecnológicas são grandes aliadas dos profissionais de RH e é absolutamente necessária a compreensão e integração desse novo cenário para um desempenho satisfatório.

A geração Hi-Techs

Se o mundo está mudando, estamos mudando junto com ele. Afinal, a todo momento as novas tecnologias que surgem influenciam nossa forma de agir, pensar, trabalhar, consumir e nos relacionar.

Vivemos, como citam grandes autores, como Manuel Castells, em uma sociedade em rede. Esse período é caracterizado principalmente pelos efeitos do mundo globalizado: conexões globais, possibilidade de interação, de acesso às informações e livre fluxo econômico.

Todos esses processos estão integrados à alta tecnologia e, assim, vivemos em uma geração imersa nesse contexto de Hi-Techs. Resta, então, às empresas, descobrir estratégias para usar esse momento a favor de resultados.

  1. As possibilidades para a área de recursos humanos

A alta tecnologia tem quebrado paradigmas para a área de recursos humanos. As inovações têm se aplicado em diversas vertentes, como:

  • otimização de inúmeras tarefas cotidianas;
  • centralização de processos;
  • acesso a dados para tomada de decisões;
  • engajamento de colaboradores;
  • criação de um ambiente organizacional saudável;
  • garantia de processos de recrutamento e seleção mais eficazes.

Para que essas mudanças tornem-se parte da realidade em sua empresa a exemplo de grandes corporações mundiais, é necessário investir em Hi-Techs, ou seja, ferramentas de alta tecnologia.

Abaixo algumas tendências da tecnologia e a aplicação de cada uma delas para o setor de RH.

Big Data

É fato que o Big Data se tornou um dos grandes enfoques desse novo momento tecnológico para as empresas. Segundo a Forbes, a expectativa é que esse mercado alcance e supere o valor de 200 bilhões de dólares em 2020.

A expectativa não é em vão. Essa tecnologia é indispensável em um momento onde as pessoas de todo o mundo produzem incontáveis dados a todo o momento. O Big Data possibilita que os dados produzidos sejam organizados e interpretados.

Para o RH, essa tecnologia viabiliza a tomada de decisões mais assertivas, com o embasamento de dados coletados, criação de métricas e observação de indicadores.

People Analytics

Uma das grandes responsabilidades do setor de recursos humanos é recrutar novos talentos para a empresa. Mas o que há anos era um processo que envolvia dezenas de currículos em papel e e-mail para serem analisados, hoje conta com o People Analytics.

Essa tecnologia permite a criação de arquétipos para vagas em aberto e a análise de inúmeros perfis de profissionais disponíveis na rede.

Como todas as inovações envolvendo Hi-Techs, o People Analytics tem a capacidade de auxiliar profissionais a tomarem melhores decisões, diminuindo os índices de rotatividade na empresa por conta de contratações equivocadas.

Software de gestão

Otimizar processos é uma das grandes finalidades de contar com a tecnologia no RH. Sabemos que a área de recursos humanos precisa lidar com um grande número de informações e procedimentos diariamente.

Assim, contar com um software de gestão de processos passou a ser pré-requisito, mesmo para pequenas e médias empresas. Isso porque o tempo passou a ser um bem cada vez mais valioso e a não automatização da rotina acaba deixando o setor lento.

Centralizar processos em uma plataforma torna a rotina mais fluida, integrada e aberta para inovações e melhorias.

E-learning

A cultura de aprendizado deve ser uma constante para empresas que desejam crescer. É desenvolvendo habilidades e competências que se abre espaço para inovações e melhorias.

Por isso, o e-learning é uma tecnologia que deve fazer parte da rotina de todas as equipes da empresa. Essa ferramenta permite o acesso a cursos e palestras por meio de plataformas digitais, trazendo flexibilidade para o colaborador que deseja se aperfeiçoar.

Gamificação

Essa inovação tecnológica é pontual para a geração Hi-Techs. Transformar processos tradicionais em engajadores e motivadores é possível por meio de ferramentas de gamificação.

Essa tecnologia pode estar presente desde a hora do recrutamento e seleção até em momentos cotidianos, como treinamentos e atualizações da equipe.

Realidade virtual e aumentada

Junto à gamificação, a realidade virtual e aumentada tem se mostrado um recurso extremamente inovador a ser usado em empresas. Seja com óculos e realidade virtual ou com simuladores, essas ferramentas atraem o interesse e ajudam a engajar pessoas, principalmente a geração Hi-Techs.

A realidade virtual e aumentada pode ser usada ainda no processo seletivo, apresentando a empresa ou realizando testes. Para equipes, ela pode ser pontual em treinamentos com máquinas, por exemplo.

Aplicativos

A mobilidade dos dispositivos tecnológicos tornou-se parte do dia a dia dos profissionais. Em meio à rotina eles podem se informar, aprender e, atualmente, até mesmo participar de processos seletivos.

Isso acontece quando empresas adotam aplicativos como parte de seu processo de recrutamento e seleção. O interessado em se candidatar a alguma vaga pode fazer o download do app e acompanhar seu status de participação, datas de resultados e até mesmo ler sobre dicas para performar bem em entrevistas.

O uso dessa ferramenta traz uma experiência diferenciada para os profissionais, o que acaba funcionando também como fórmula de atração de talentos.

Cloud computing

A quantidade de dados produzida só cresce, o que também é realidade nas empresas. Quanto mais processos, burocracias, informações e pessoas, mais dados são gerados.

Onde armazenar todos esses dados? Servidores físicos já estão ultrapassados atualmente, considerando que o maior volume de dados torna eles lentos. O cloud computing — computação na nuvem — tornou-se então a alternativa ideal para o armazenamento e manuseio de dados com segurança e rapidez.

Otimização e inovação andam lado a lado e empresas que desejam crescer no mercado precisam acompanhar de perto as ferramentas que aparecem nesse momento de Hi-Techs. Como visto neste artigo, o que não faltam são tecnologias estratégicas para que a área de recursos humanos consiga tomar melhores decisões e obter um desempenho mais elevado.

*Por Marcelo Furtado, fundador e CEO da Convenia

**Sobre a Convenia: fundada em 2012 pelos sócios Marcelo Furtado, Rodrigo Silveira e Anderson Poli, a Convenia é uma HRTech com soluções voltadas para otimização de tempo e custos de pequenas e médias empresas. O objetivo é de trazer alta tecnologia para o setor de RH, de forma acessível e prática, economizando tempo das empresas com rotinas operacionais e destinando-o para as pessoas. Atualmente, os produtos abrangem folha de pagamento, contratação e gestão de benefícios e departamento pessoal, onde se pode gerir todos os funcionários em um sistema em nuvem.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail