Home > Colunas

O talento tecnológico da América Latina como foco da mudança na educação

O desenvolvimento da área de tecnologia nos países da América Latina virou sinônimo de qualidade e inovação.

*Ezequiel Ruiz

05/09/2019 às 8h56

Foto: Shutterstock

Nos últimos anos ficou claro que atribuir o desenvolvimento da área de tecnologia aos países da América Latina se converteu em sinônimo de projetos de qualidade, complexidade, inovação e excelência. Os profissionais da região são altamente capacitados e possuem habilidades técnicas e experiência para levá-los adiante.

Esse é o caso do Brasil, por exemplo. O país possui vantagens competitivas, como a localização privilegiada, uma vez que cobre grande parte da América do Sul e limita quase todos as nações da região, com exceção do Chile e Equador. Isso, somado ao fato de ser a nona economia do mundo e aos custos acessíveis para conectividade fizeram com o que emergisse como líder tecnológico da região e possível líder internacional.

O Brasil conta com diversos programas disseminados nas universidades, o que permite aos estudantes o acesso à formação necessária para que se capacitem nas últimas tecnologias. Por outro lado, são múltiplas as empresas de inovação que se instalaram nas proximidades das universidades para poder incorporar os melhores talentos às suas equipes enquanto realizam seus estudos.

Por último, há uma enorme quantidade de talentos bilingues e, embora o Brasil tenha quatro fuso horários diferentes, todos são compatíveis com os dos Estados Unidos. Vale destacar que São Paulo é hoje um dos principais centros de outsourcing mundial, e conta com desenvolvedores de excelência em diversas áreas de ciências e tecnologia.

Não apenas o Brasil, mas, todos os países da América Latina sabem que para registrar um crescimento constante que lhes permita avançar no mundo atual, é essencial centrar as energias na incorporação de tecnologias em suas plataformas educativas. Colocar o foco nisso permite que as indústrias sejam competitivas globalmente, algo que se traduz em colocar os latinos no nível dos Estados Unidos, - tanto na capacitação dos seus profissionais de TI como dos equipamentos utilizados.

Graças a isso, muitas universidades e centros de formação técnica da América Latina tem conquistado importantes certificados, como o Project Management Professional (PMP), Six Sigma e Information Technology Infrastructure Library (ITIL) e Scrum.

*Por Ezequiel Ruiz, VP of Talent Acquisition da BairesDev

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail