Home > Colunas

Os caminhos para superar a falta por talentos em TI

A falta de profissionais especializados em TI continua sendo um desafio às empresas para acompanhar continuamente as de mudanças nos negócios.

*Mara Maehara

15/10/2019 às 16h57

Eleições e recrutamento de talentos em TI qual a relação
Foto: Shutterstock

A falta de profissionais especializados em TI continua sendo um desafio às empresas para acompanhar continuamente a velocidade de mudanças nos negócios. Diante desse cenário, os talentos que conseguem equilibrar conhecimentos técnicos, competências comportamentais e experiência são os mais procurados pelas empresas que estão adaptando seus times às exigências da transformação digital.

Segundo projeção da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação (Brasscom), até 2024 a demanda do setor será de 420 mil novos profissionais. Em uma conta rápida, isso demandará a contratação de 70 mil pessoas ao ano, o que desperta para a necessidade de formação de mão de obra qualificada no curto prazo. Ainda de acordo com a Brasscom, a procura se dividirá em: 25% em IoT, 11% em segurança, 10% em Big Data, 6% em Nuvem e 2% em IA, além da demanda por profissionais administrativos (19%), de nível técnico (14%) e em outras tecnologias (13%).

O que precisamos evitar é a situação onde a TI se torna um gargalo para entrega da estratégia do negócio por escassez de recursos técnicos ou de gestão. Um caminho importante, nesse sentido, é antecipar o máximo possível o planejamento de projetos e demandas, isso porque muitas vezes o mesmo time que trabalha em novas soluções concorre com a sustentação de soluções existentes. Desenvolver parcerias robustas para execução é uma estratégia eficiente para escalar a capacidade de entrega.

Além da escassez de profissionais qualificados, outro desafio enfrentado pelo setor é a retenção desses talentos, uma preocupação constante para qualquer gestor. Um profissional diferenciado é aquele que não se realiza apenas com sua remuneração financeira, mas busca aprender, crescer e se sente recompensado com o resultado da sua entrega. Por isso, é crucial trabalhar no engajamento desse profissional.

Entender o propósito de um trabalho, ter a clareza de onde se quer chegar e perceber o valor da sua contribuição em uma entrega são pontos fundamentais para aumentar o engajamento. Investir em treinamento e na troca de experiência também gera valor e crescimento, o que consequentemente, retém profissionais.

Na TOTVS temos um programa de incentivo a inovação disponível para toda empresa que visa identificar iniciativas que tragam resultados diferenciados. Estas iniciativas são avaliadas por uma banca de executivos e as que forem selecionadas são premiadas e recebem o investimento e apoio necessário para implementação.

Vale lembrar que o turnover e a substituição de colaboradores impactam em despesas muitas vezes não previstas. Além disso a saída de profissionais de um time pode desestabilizar o planejamento de entregas e/ou a operação de uma área, gerando outros custos indiretos.

Enquanto as novas gerações estão sendo formadas, o nosso papel é oferecer oportunidades e apoiar o aprimoramento da carreira dos talentos que já fazem parte do nosso time! Afinal, em um mercado carente de pessoas qualificadas, os profissionais se tornam cada vez mais o ativo mais valioso da sua empresa.

*Por Mara Maehara, CIO da TOTVS

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail