Home > Notícias

Robôs não vão substituir médicos, afirmam especialistas da saúde

“A tecnologia, na verdade, vai dar mais tempo para o médico fazer o tratamento melhor e mais personalizado”, afirmou Luzia Sarno

Jorge Soufen Jr.

17/10/2019 às 19h24

Foto:

“O que a tecnologia pode fazer pelas pessoas quando a população tiver 100 anos?” Para responder a essa pergunta, o IT Forum X reuniu especialistas da área de saúde, que debateram desafios e soluções para o setor no Brasil e no mundo.

O painel contou com Luzia Sarno, CIO do Grupo Fleury, Felipe Barreiros, fundador da Vaivor, Tiago Barros, Partner & Sales Director da Vitta, e Fabiana Salles, empreendedora Endeavor e CEO da GESTO, com mediação da jornalista Fabiana Rolfini, jornalista.

Uma das conclusões: a tecnologia ou a robótica não vão substituir o papel de médicos e demais profissionais de saúde. Para os palestrantes, sempre haverá a necessidade de interpretação e conhecimento humano na área e, por mais que a tecnologia ajude em procedimentos e demais processos, ela sempre será uma ferramenta para auxiliar o profissional.

Mais tempo para cuidar melhor

“A tecnologia, na verdade, vai dar mais tempo para o médico fazer o tratamento melhor e mais personalizado”, afirmou Luzia. Barreiros complementou: “Nessa interface humano-máquina não haverá uma substituição, mas uma divisão de tarefas”.

Dentro do tema central do aumento da longevidade do ser humano, os palestrantes também discutiram o papel da Inteligência Artificial na saúde, o futuro dos seguros de saúde, novidades do mercado (como o de prontuários eletrônicos) e as quebras de paradigmas atuais, entre outros temas.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail