Home > Notícias

SAP quer aproximar big data e analytics de PMEs

23/10/2014 às 23h37

SAP quer aproximar big data e analytics de PMEs
Foto:

Tornar a experiência de negócios tão personalizado e rica
quanto nossa vida pessoal. Segundo o vice-presidente de business analytics da SAP, Byron
Banks, é o que companhia faz com o mundo de analytics e big
data. “Estamos tornando mais simples e flexível o uso dos dados que as empresas
possuem”, afirmou o executivo durante entrevista conduzida no SAP TechEd
&& d-code, em Las Vegas (EUA).

Essa visão, segundo ele, será impulsionada por meio da
plataforma como serviço da SAP, Hana Cloud Platform, na qual são disponibilizadas
toda a capacidade da plataforma de computação in-memory Hana para os clientes
começarem a realizar projetos de analytics na nuvem ou on-premise de uma
maneira muito simples e rápida.

Nesse contexto, Banks avalia a importância da plataforma
para suportar projetos de analytics e big data também nas pequenas e médias
empresas, justamente pela facilidade oferecida, seja na contratação ou no uso.

“A plataforma pega o dado disponível e o leva para o ambiente Hana com apenas poucos
cliques, onde serão realizadas as análises”, pontua. Além disso, o executivo
destaca a existência de ferramentas disponíveis que vão facilitar a
visualização de dados, como a ferramenta Lumira in the Cloud.

Durante o evento voltado para desenvolvedores, a SAP
anunciou a inclusão de funções para Hadoop na Hana Cloud Platform. Dessa
maneira, será possível acessar dados da plataforma Hadoop diretamente de SAP, potencializando
assim a capacidade das empresas de realizar projetos com big data e dados não
estruturados.

Cenário
O vice-presidente de analytics da SAP comenta que há poucos anos, apenas
empresas como Google e Netflix realmente faziam projetos com big data.
“E, hoje, temos diversos clientes nossos com iniciativas na área”, enfatiza.

Um mercado que, segundo ele, ganha forma à medida que as
empresas percebem o quanto sua indústria pode ser impactada pela
disrupção. “E se você não tomar os primeiros passos, sua companhia pode ser
afetada pela disrupção que outra irá fazer. Um exemplo clássico é o que a
Netflix fez o mercado onde atua”, afirmou Byron Banks.

Entre os casos de sucesso da companhia, ele destaca a
empresa John Deere, que atualmente processa em SAP Hana os dados coletados por
meio de diversos sensores instalados em tratores e equipamentos de agricultura.
“E esses dados são utilizados para ajudar agricultores e fazendeiros a terem
mais sucesso. Trata-se de um exemplo de empresa que pensa no cliente, em melhorar a experiência dele, e essa é uma grande oportunidade de
negócio”, enxerga o executivo.

* A jornalista viajou a Las Vejas a convite da SAP

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail