Oi! Escolha uma opção para entrar

Nunca postaremos nas suas redes sociais

Se preferir, entre com seu e-mail

Esqueceu sua senha?
Não tem conta? cadastre-se grátis

Preencha o formulário abaixo para finalizar seu cadastro:

Senhas fracas seguem como fator de vulnerabilidade em empresas

Por Redação

em Segurança

8 meses atrás

80% dos executivos não têm controle sobre a segurança das senhas em suas organizações, diz pesquisa da LastPass

Pesquisa da LastPass, gerenciador de senhas da LogMeIn, mostra que senhas fracas continuam sendo um dos principais fatores de vulnerabilidade em empresas. Oitenta porcento dos executivos ouvidos no estudo não têm controle sobre a segurança das senhas em suas organizações.

Ainda, mais da metade dos entrevistados disse que depende apenas dos funcionários para monitorar seus próprios comportamentos relacionados a senhas, deixando assim as empresas em risco.

De acordo com Gustavo Boyde, líder de marketing da LogMeIn, o fato lança uma questão sobre a falta de conexão entre as políticas de TI e comportamento humano. “Senhas fracas e compartilhadas costumam ser um problema e uma falha humana por que as pessoas muitas vezes não têm ideia da importância da segurança no mundo digital”, alerta Boyde.

A pesquisa ainda aponta que 78% desses executivos não têm capacidade para controlar o acesso aos aplicativos na nuvem usados pelos funcionários. A maioria das empresas tem ciência dessa falta de visibilidade e controle, mas a maior parte não está tomando medidas suficientes para resolver a situação.

O estudo também revela que 76% dos funcionários afirmaram ter enfrentado problemas regulares com o uso das senhas, e mais de um terço dos usuários precisa de suporte relacionado a senhas, pelo menos, uma vez por mês.

Processos manuais desatualizados ainda prevalecem

Os executivos de TI de quatro em cada dez empresas pesquisadas ainda dependem de processos inteiramente manuais para gerenciar senhas de usuários para aplicativos de nuvem.

Proteção contra compartilhamento de senhas é muito fraca

Quando questionado sobre como se protegem contra compartilhamento desnecessário de senhas, 64% dos executivos entrevistados afirmaram não ter nenhuma tecnologia em uso, e apenas 14% tinham controle automatizado para identificar quando isso acontece.


Receba grátis as principais notícias do setor de TI

Newsletter por e-mail