Home > Notícias

“Sem backdoors”: Tim Cook desafia governo dos EUA

13/01/2016 às 19h07

Sem backdoors: Tim Cook desafia governo dos EUA
Foto:

"Sem backdoors". Esse é o desafio que Tim Cook, CEO da Apple, quer lançar ao governo dos EUA e agências reguladoras de lei sobre o uso de criptografia por gigantes da tecnologia, como a própria Apple, Google e Facebook.

Para o executivo, o uso de backdoors em prol do acesso de autoridades a dados de usuários poderia criar uma brecha que representaria um risco para todos.

Backdoor é literalmente uma porta dos fundos na computação, um recurso utilizado por malwares para burlar o sistema por meio da exploração de falhas em software, garantindo acesso remoto ao sistema da vítima ou à rede infectada. No caso, seria uma forma de autoridades obter informações sem que sejam convidados para tal.

Cook reiterou sua posição quanto ao uso de criptografia por gigantes da tecnologia sem exceções. "Quero ser absolutamente claro que nunca trabalhamos com qualquer agência do governo de qualquer país para criar um backdoor em qualquer um de nossos produtos ou serviços", disse ele em uma carta aberta publicada no site da empresa. "Tampouco permitimos acesso aos nossos servidores. E nunca o faremos", completou.

Há algum tempo as empresas de tecnologia estão em discussão com a Casa Branca com relação ao uso de criptografia para proteger dados. Políticos e oficiais temem que o uso da tecnologia possa atrapalhar investigações criminais. Já especialistas em segurança afirmam que esse tipo de conduta pode garantir a proteção de dados vitais de finanças, negócios ou até mesmo do governo.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail