Oi! Escolha uma opção para entrar

Nunca postaremos nas suas redes sociais

Se preferir, entre com seu e-mail

Esqueceu sua senha?
Não tem conta? cadastre-se grátis

Preencha o formulário abaixo para finalizar seu cadastro:


Desafio Smart Trading recebe inscrições até janeiro de 2018

Por Redação

em Startups

12 meses atrás

Iniciativa da Votorantim Energia e 100 Open Startups busca soluções em três grandes áreas de negócio

A Votorantim Energia, atuante no mercado de energia, lança o desafio Smart Trading. A empresa quer se aproximar do ecossistema de startups, formando uma de rede para discussão de ideias, projetos e possibilidades para futuras parcerias. As inscrições devem ser feitas até o dia 14 de janeiro de 2018, pelo site da companhia.

O programa é fruto da parceria com o movimento 100 Open Startups, principal plataforma internacional de conexão entre grandes empresas e startups. Ele traz oportunidades em três áreas de negócios: Smart Energy, Energia Solar e Usinas do Futuro.

A avaliação dos concorrentes acontecerá por meio de um mecanismo de matchmaking online, com base nas informações que inserirem no momento da inscrição. Os que se destacarem serão convidados a realizar um pitch para uma banca composta por especialistas e executivos da Votorantim Energia.

As startups melhor avaliadas serão convidadas a discutir com a Votorantim Energia a possibilidade de realizar um projeto piloto. Com base no resultado, poderá ser habilitada a desenvolver parcerias na forma de prestação de serviços ou de fornecimento de produtos inovadores, de acordo com a maturidade e consistência, tanto da startup quanto da solução apresentada.

“O mercado de energia está passando por transformações que geram inúmeras oportunidades. A aproximação com o ecossistema de startups nos habilita a interagir com novas tecnologias, modelos de negócios e parcerias que já são ou serão realidades dessa indústria”, observa Cesar Ischida, gerente de Tecnologia da Informação e líder da frente de Open Innovation da VE.

“Estamos bem otimistas com mais este desafio. Trata-se de uma ótima oportunidade para as startups que atuam nessa área trabalharem em parceria com um dos maiores conglomerados empresariais do Brasil”, comenta Bruno Rondani, CEO e fundador do movimento 100 Open Startups.

Desafios do Smart Trading

Smart Energy
Empresas com soluções baseadas em Indústria 4.0, machine learning, IoT e big data para:
• Coletar centralizada e/ou descentralizada dados de consumo
• Monitorar remotamente e em tempo real
• Otimizar o consumo energético industrial e/ou comercial
• Agregar e correlacionar diferentes fontes de informação
• Otimizar o consumo energético do portfólio de máquinas existentes (DSManagement)

Usinas do Futuro
Soluções que visem o aumento de performance, com foco em:
• Monitorar o comportamento das UGs, melhorando os índices de confiabilidade
• Prever eventos de falha
• Diagnosticar causa e/ou efeito de paradas

Energia Solar
Empresas que tenham, em seu modelo de negócios, a aplicação de:
• Armazenamento de energia
• Plataformas de gerenciamento e compartilhamento de energia
• Blockchain aplicável para o business de energia
• Inteligência para oferta de serviços ancilares
• Tecnologias inovadoras de O&M


Receba grátis as principais notícias do setor de TI

Newsletter por e-mail