Oi! Escolha uma opção para entrar

Nunca postaremos nas suas redes sociais

Se preferir, entre com seu e-mail

Esqueceu sua senha?
Não tem conta? cadastre-se grátis

Preencha o formulário abaixo para finalizar seu cadastro:


Governo do Estado de Santa Catarina terá 102 projetos contemplados por programa de inovação

Por Redação

em Startups

8 meses atrás

Cada projeto receberá aporte de R$ 60 mil e há possibilidade de bolsas de auxílio aos empreendedores

O governador do Estado de Santa Catarina, Raimundo Colombo, anunciou as 102 propostas aprovadas na 6ª edição do Sinapse da Inovação, programa de empreendedorismo inovador promovido pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (FAPESC) com execução da Fundação CERTI.

Criado em 2008 pela Fundação CERTI, que desde então tem operado o programa, o Sinapse da Inovação busca transformar e aplicar boas ideias geradas por estudantes, pesquisadores e profissionais de diferentes setores do conhecimento e econômicos em negócios de sucesso. Cada projeto recebe aporte de R$ 60 mil.

Além disso, o Sinapse oferecer bolsas de auxílio aos empreendedores. Cada projeto poderá solicitar uma bolsa por 12 meses. Participantes com nível de graduação receberão valor mensal de R$ 2,5 mil, e com mestrado, de R$ 3,5 mil. Com as bolsas, o recurso a ser disponibilizado pela Fapesc gira em torno de R$ 10 milhões.

Recorde de inscrições

A 6ª edição do Sinapse teve recorde de inscrições, de acordo com o governo, recebendo 1791 projetos para constituição de empresas inovadoras. Ao longo do processo seletivo, que teve início em outubro de 2017, mais de 4,5 mil profissionais foram capacitados em diversas áreas de atuação. A lista dos 102 projetos selecionados para a etapa final foi divulgada no site do programa.

Entre os projetos selecionados para receber aporte financeiro e participar do processo de pré-incubação, 28 correspondem à temática Tecnologia da Informação e Comunicação; 18 estão ligados à Eletrônica; 17 à Tecnologia Social e 14 à Gestão. Outras temáticas como Biotecnologia (8), Mecatrônica (6), Nanotecnologia (4), Química e Materiais (3) e Design (2) também foram contempladas na seleção.

Quanto à origem das ideias, 30 são da Grande Florianópolis, 20 da região Norte, 14 do Oeste, 14 do Sul do estado, 11 do Vale do Itajaí e outras 11 da região Serrana. No total, as ideais são provenientes de 30 municípios catarinenses, sendo que as cidades com maior número de empreendimentos selecionados foram Florianópolis (27), Joinville (13) e Lages (9).

Em relação aos proponentes dos projetos aprovados, 50% são profissionais com pós-graduação (concluída ou em andamento), 46% cursaram ou ainda cursam o Ensino Superior, 3% possuem formação técnica ou nível médio e apenas 1% concluiu apenas o Ensino Fundamental.

Desenvolvimento de protótipos

Uma novidade neste ano é que a Junta Comercial de Santa Catarina vai agilizar o registro das novas empresas para que elas tenham tempo para desenvolver os protótipos, processos ou serviços propostos por meio de chamada pública.

A proposta está em linha com o programa SC Bem Mais Simples, criado pela SDS (Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável) e outros órgãos do governo, a fim de diminuir os entraves para aberturas e processos para empresas de baixa complexidade, ou seja, com atividades que não comprometem a segurança sanitária, ambiental e com baixo potencial poluidor.


Receba grátis as principais notícias do setor de TI

Newsletter por e-mail