Oi! Escolha uma opção para entrar

Nunca postaremos nas suas redes sociais

Se preferir, entre com seu e-mail

Esqueceu sua senha?
Não tem conta? cadastre-se grátis

Preencha o formulário abaixo para finalizar seu cadastro:


Automação de processos robóticos poderá crescer mais de 50% em 2018

Por Redação

em Inteligência artificial

4 semanas atrás

Tecnologia pode ajudar a automatizar tarefas, aponta instituto de pesquisas Gartner

Estima-se que os gastos globais em software de automação de processos robóticos (RPA) cheguem a US$ 680 milhões em 2018, aumento de 57% em relação ao ano anterior, de acordo com o Gartner.

“Organizações adotam a tecnologia RPA como uma solução rápida e fácil para automatizar tarefas manuais. Alguns funcionários continuarão a executar tarefas comuns que exigem que eles cortem, colem e alterem dados manualmente. Mas quando as ferramentas RPA executam essas atividades, a margem de erro diminui e a qualidade dos dados aumenta”, explicou Cathy Tornbohm, vice-presidente do Gartner.

Os maiores adotantes da RPA hoje incluem bancos, seguradoras, serviços públicos e telecomunicações. “Tipicamente, essas organizações lutam para unir os diferentes elementos dos seus sistemas de contabilidade e RH, e estão recorrendo às soluções da RPA para automatizar uma tarefa ou processo manual existente, ou automatizar a funcionalidade de sistemas legados”, explica ela.

As ferramentas do RPA imitam o caminho “manual” que um trabalhador humano executaria para concluir uma tarefa, usando uma combinação de tecnologias do descritor de interação da interface do usuário. O mercado oferece uma ampla gama de soluções com ferramentas que operam em desktops individuais ou servidores corporativos.

O Gartner estima que 60% das organizações com receita superior a US$ 1 bilhão terão implementado as ferramentas do RPA até o final do ano. Até o final de 2022, 85% das grandes organizações terão implantado alguma forma de RPA. “O crescimento na adoção será impulsionado pela redução dos preços médios de RPA de 10% a 15% até 2019, mas também porque as organizações esperam obter melhores resultados de negócios com a tecnologia, como redução de custos, maior precisão e melhor conformidade”, acrescentou Cathy.

No entanto, o RPA não é uma tecnologia de tamanho único e há casos em que soluções de automação alternativas obtêm melhores resultados. As soluções de RPA têm melhor desempenho quando uma empresa precisa de dados estruturados para automatizar tarefas ou processos existentes, adicionar funcionalidade automatizada a sistemas legados e vincular a sistemas externos que não podem ser conectados por meio de outras opções de TI.

RPA em crescimento

As ferramentas RPA estão atualmente no pico das expectativas infladas no Ciclo de Hype Gartner para Inteligência Artificial 2018, impulsionadas pelas organizações que buscam maneiras de cortar custos, vincular aplicativos herdados e alcançar um alto ROI. No entanto, o potencial para alcançar um ROI forte depende totalmente da adequação da RPA às necessidades individuais da organização.

“No futuro próximo, esperamos ver um conjunto crescente de fornecedores de RPA, bem como um interesse crescente de fornecedores de software, que incluem fornecedores de testes de software e fornecedores de gerenciamento de processos de negócios que buscam obter receita com esse conjunto de funcionalidades”, disse Cathy.

Além disso, outro movimento de mercado está surgindo – a integração de funcionalidades de inteligência artificial (AI) no conjunto de produtos. Isso está acontecendo porque os provedores de RPA adicionam ou integram aprendizado de máquina e tecnologia de inteligência artificial para fornecer mais tipos de automação.

Avaliar antes de fazer um projeto de implantação

Para tornar um projeto de RPA bem-sucedido, os líderes devem primeiro avaliar os possíveis casos de uso da RPA em sua organização e também se concentrar nas atividades geradoras de receita. “Não se concentre apenas na RPA para reduzir os custos de mão de obra”, disse Tornbohm. “Defina expectativas claras sobre o que as ferramentas podem fazer e como sua organização pode usá-las para suportar a transformação digital como parte de uma estratégia de automação.”

O próximo passo é identificar ganhos rápidos para o RPA. Essas podem ser tarefas que exigem que as pessoas movam dados apenas entre sistemas ou envolvam dados digitalizados e estruturados processados ​​por regras predefinidas. Embora esses sejam os casos de uso em que o RPA oferece um alto ROI, é importante considerar ferramentas e serviços alternativos existentes, que já fornecem uma proporção significativa das funcionalidades necessárias a um preço adequado. Essas alternativas podem ser usadas em paralelo com o RPA, ou como uma solução híbrida.

 


Receba grátis as principais notícias do setor de TI

Newsletter por e-mail