Oi! Escolha uma opção para entrar

Nunca postaremos nas suas redes sociais

Se preferir, entre com seu e-mail

Esqueceu sua senha?
Não tem conta? cadastre-se grátis

Preencha o formulário abaixo para finalizar seu cadastro:

Com Birst, Infor reforça estratégia de analytics

Em abril deste ano, a Infor anunciou a compra da Birst, empresa de analytics com foco em cloud. E durante o Inforum 2017, evento anual da empresa realizado nesta semana em Nova Iorque (EUA), a companhia detalhou os primeiros resultados da aquisição.

Brad Peters, vice-presidente sênior de BI e Analytics da Birst – Uma companhia Infor, afirmou que a combinação do conhecimento e do portfólio da organização com o conhecimento de verticais da Infor promove uma solução única no mercado. “Assim, há mais chances de análise de dados e de entendimento do cliente”, comentou.

A proposta da empresa é oferta analytics as a service (AaaS, na sigla em inglês), ou seja, análises na nuvem. “O mercado força empresas a fazer escolhas ruins, como meses e meses de implementação. Nós encurtamos o caminho”, garantiu.

Em demonstração no palco do evento, o executivo mostrou que a ferramenta conta com dashboards interativos, de fácil visualização para usuários finais. Com criação simplificada de relatórios, os dados passam de ser das áreas e não mais da TI. “Temos uma camada semântica, que permite que todos os usuários consumam os dados.” De acordo ele, a área de tecnologia da informação pode focar na qualidade dos dados em vez da geração de relatórios.

Mercado brasileiro
Em conversa com o IT Forum 365, Gabriel Lobitsky, diretor-geral da Infor Brasil, relatou que com o Birst, a Infor reforça suas capacidades de analytics, em linha com a nuvem e com especificidades de diferentes segmentos. “Já contávamos com a oferta de analytics, porém no formato tradicional. Agora somos cloud ready”, explicou, ressaltando que os benefícios dessa abordagem são muitos, como aceleração da implementação e de resultados de negócios para os clientes.

Segundo ele, já há empresas interessadas no Brasil em variados segmentos, como utilities e varejo. No novo ano fiscal, iniciado em 1º de maio de 2017, o País apresentou números positivos, mas o Birst vem para acelerar negócios, apontou ele. “Esperamos incremento na receita de 20% a 30% com a tecnologia”, projetou, atentando para o fato de que companhias estão em busca de eficiência, resposta que pode ser encontrada por meio de analytics.

*A jornalista viajou a Nova Iorque (EUA) a convite da Infor


Receba grátis as principais notícias do setor de TI

Newsletter por e-mail