Oi! Escolha uma opção para entrar

Nunca postaremos nas suas redes sociais

Se preferir, entre com seu e-mail

Esqueceu sua senha?
Não tem conta? cadastre-se grátis

Preencha o formulário abaixo para finalizar seu cadastro:

IaaS como é hoje está fadado a morrer, diz especialista

Por

em Tech

3 anos atrás

Quando tudo caminha para ser definido por software e comercializado como serviço, vem um especialista e joga um balde de água fria num modelo que se consolidou no rastro da computação em nuvem: infraestrutura como serviço, conhecido pela sigla em inglês IaaS. Para Steve Brazier, CEO da Canalys, empresa de pesquisas e análises sediada nos arredores de Londres, com a estratégia atual, esse mercado está condenado.

Braizer, que esteve no Brasil para o Canalys Channels Forum, no Rio de Janeiro, lembrou que está em consolidação a ideia de nuvem híbrida, uma vez que as empresas têm demonstrado preferência pela possibilidade de manter em casa aplicações consideradas críticas, mas, ainda assim, usufruindo da eficiência que a nuvem traz.

Por outro lado, ao avaliar os pilares que compõem o portfólio de cloud computing, como software como serviço (SaaS, da sigla em inglês), plataforma como serviço (PaaS) e o conhecido IaaS, Braizer entende que este último está fadado ao fracasso. Ainda que consultorias como a IDC projetem para 2017 US$ 31 bilhões de vendas no segmento, ele ressalta que as companhias que fazem esse tipo de oferta não têm produzido grandes lucros. “A AWS perdeu US$ 2 bilhões nos últimos trimestres (US$ 810 milhões no mais recente). A Amazon está mudando o mundo da TI, mas isso é sustentável?”, provocou.

Brazier defende que um canal que queira vender nuvem, especialmente esse tipo de oferta, precisa estudar e entender bem as finanças do seu provedor de cloud. “IaaS como é hoje não funciona bem, acreditamos num colapso desse mercado e isso será catastrófico. A AWS deve ser uma das empresas que enfrentarão problemas nessa área”, polemizou, diante de uma plateia de mais de 600 pessoas, das quais a maioria canais e distribuidores de Brasil e outros países da América Latina.

O especialista entende que dentro do modelo atual, com muitos clientes, preços lá em baixo e acordos de nível de serviço agressivos, a conta não fecha e, por isso, os problemas não tardarão a aparecer. Você concorda com a visão do especialista? Acredita que dentro dos pilares de nuvem a oferta de infraestrutura como serviço é a que mais sofre para fechar a conta? Compartilhe sua história com a comunidade IT Forum 365!

*O IT Forum 365 viajou ao Rio de Janeiro a convite da Canalys


Receba grátis as principais notícias do setor de TI

Notícias por push

Ativar

Notícias marcadas

Personalize sua home

Ative ou desative as categorias abaixo:

  • Carreira
  • Digital
  • Gestão
  • Mercado
  • Segurança
  • Startups
  • Tech
  • TI de Negócios